Idoso é morto a tiros na Zona Oeste

Ele teria entrado por engano na comunidade Vila Vintém. Foto do Google Street View, feita na mesma via, mostra traficante armado

Por O Dia

Idoso foi morto a tiros na madruga deste domingoDivulgação

Rio - Já passava de 1 hora da manhã do último domingo, quando o aposentado Paulo dos Santos, 66 anos, saiu de Campo Grande para buscar sua esposa e filha em uma festa em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Perto de seu destino, se perdeu. No veículo que dirigia, um Eco Sport prata com vidros escurecidos, havia um adesivo de estacionamento da Prefeitura, com o símbolo de pessoa idosa. Mesmo assim, traficantes dispararam pelo menos quatro tiros em seu carro, dos quais dois o atingiram.

Segundo testemunhas, os disparos foram feitos na rua Belisário de Sousa, que tem como continuação a avenida Marechal Joaquim Inácio, onde foi socorrido por um morador. Mesmo ferido, Santos pediu para ligar para sua esposa, que foi ao local e o encontrou com vida. Morreu pouco antes de chegar ao Hospital Municipal Albert Schweitzer, distante seis minutos de onde estava.

A rua Belisário de Sousa é uma antiga conhecida das forças policiais pela presença de criminosos. Inclusive, em 2011, o carro do Google Street View, que circula fazendo imagens das ruas para jogá-las no Google Maps, flagrou um homem segurando uma pistola. A arma, segundo imagem ainda disponível no programa, chegou a ser apontada para o veículo. Um outro homem, que está ao lado do que segura a pistola, parece gritar em direção ao carro da empresa. Em um muro ao fundo, há a pichação “Perfeição 762 [cabibre de fuzil] ADA [iniciais de uma facção criminosa]”.

No Google Street View%2C homem armado na mesma rua do crimeReprodução Internet

Ao que tudo indica, o veículo não chegou a terminar de fazer a filmagem total da via, já que a partir do ponto do flagrante, as imagens estão indisponíveis. 
Na internet, moradores relembram que a via já chegou a ser tranquila. “Lembro de brincar por ela. Bons tempos”, afirmou um internauta. 

O caso da morte do idoso está sendo investigado pelo delegado Daniel Rosa, adjunto da Divisão de Homicídios. “Ao que tudo indica, ele se perdeu, sem uso de GPS ou aplicativo”, afirmou. Perícia no local já foi realizada e testemunhas ouvidas.

Há 5 anos carro do Google flagrou tráfico na regiãoReprodução / Google Street View

Seu corpo foi enterrado na tarde desta segunda-feira, no Cemitério São Francisco Xavier, de Itaguaí. Cerca de 70 pessoas participaram do ato. Ele era aposentado público e deixa duas filhas. 

Um delas, Renata Medina, disse acreditar que o pai não tenha parado a uma ordem de traficantes. “Ele deve ter acelerado. Sempre falava que não iria morrer nas mãos de bandidos. Infelizmente, foi isso que ocorreu”, afirmou

Comandante diz que faz operações na região 

O comandante do 14º BPM (Bangu), coronel Marcus Vinícius Amaral,disse que realiza operações com frequência na Vila Vintém, favela que fica perto de onde ocorreu o crime. “Fazemos operações periódicas na região”, disse. 

Idoso foi morto a tiros na madrugada de domingoReprodução Internet

Em relação à Rua Belisário de Sousa, ele não nega a presença de traficantes, até por ser uma via que corta a Vila Vintém. 

No comando da unidade desde novembro de 2015, seu batalhão é o terceiro que mais apreendeu fuzis esse ano, com 20 armas recolhidas. Mesmo assim, a presença de traficantes é vista em grandes quantidades até em áreas pacificadas. 

Vídeo mostra traficantes na Vila Kennedy, que tem UPP

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra a presença de pelo menos 40 homens armados passeando pela Vila Kennedy. A filmagem teria ocorrido na noite do último sábado.

Procurada, a assessoria da Polícia Militar afirmou que “O material foi encaminhado ao comando da UPP Vila Kennedy para análise do setor de Inteligência. Ações operacionais estão sendo planejadas para os próximos dias".

Após o vídeo, o batalhão de Bangu realizou uma operação ontem nas comunidades da Metral, Vila Kennedy. Houve troca de tiros e três supostos traficantes foram baleados.  Com eles foram apreendidos duas pistolas e duas granadas. 

Últimas de Rio De Janeiro