Falso pastor é preso após aplicar golpe em fiéis bolivianos

Homem pode ter ganhado mais meio milhão das vítimas. Criminoso já passou doze anos na cadeia por estelionato

Por O Dia

São Paulo - A Polícia Militar de São Paulo prendeu, no final da noite dessa segunda-feira, um homem que se passava por pastor de uma igreja para arrecadar dinheiro de fiéis bolivianos. A polícia acredita que o homem tenha ganhando mais de R$ 500 mil das vítimas.

José Moisés da Silva%2C também fingia ser advogado%2C enganou os fiéis de uma igreja durante três anosReprodução/TV Globo

De acordo com a Polícia Civil, José Moisés da Silva, que também fingia ser advogado, enganou os fiéis durante três anos. O homem dizia ser pastor para conquistar a confiança de suas vítimas. Além disso ele também se apresentava como advogado e oferecia auxílio na negociação de imóveis.

Depois de preso, os investigadores descobriram que não era a primeira vez que o falso pastor cometia esse tipo de crime. Antes, ele já havia sido preso por doze anos por estelionato.

Homem usava até carteirinha da associação evangélica Reprodução/TV Globo

Nesta madrugada, quinze vítimas do golpe prestaram depoimento na delegacia da Vila Maria, na Zona Norte da capital paulista. A Polícia Civil indiciou o acusado por crime de estelionato, falsidade documental e associação criminosa. Se condenado ele poderá pegar até 12 anos de prisão. 

Últimas de Brasil