BBC afirma ter documento que incrimina Blatter em relação a propinas da ISL

Canal de TV britânico afirma ter documento do FBI no qual o ex-presidente da Fifa sabia de subornos pagos pela empresa de marketing a Ricardo Teixeira e João Havelange

Por O Dia

Inglaterra - De acordo com o progama "Panorama", do canal britânico BBC, comandado pelo jornalista Andrew Jenning, revelou neste domingo que Joseph Blatter, ex-presidente da Fifa, tinha conhecimento das propinas recebidas por Ricardo Teixeira e João Havelange nos anos 1990. 

A ISL era a agência de marketing que negociava os direitos comerciais de torneios organizados pela Fifa. A empresa faliu em 2000 e uma investigação na Suíça descobriu vários pagamentos não justificados a diversos cartolas da Fifa - na prática, subornava cartolas para obter benefícios.

Segundo documento do FBI, Blatter sabia de propinas pagas a Ricardo Teixeira e João HavelangeEfe

O documento seria uma carta de Havelange na qual diz que "Blatter tem pleno conhecimento" dos pagamentos suspeitos pela ISL. O FBI pediu ajuda às autoridades suíças para investigar corrupção na Fifa e citou essa carta no pedido.

"Esclareço que todos os custos do caso, incluindo advogados, foram pagos pela Fifa. E enfatizo que o sr. Joseph Blatter tinha pleno conhecimento de todas as atividades", diz Havelange nessa carta.

A versão completa do programa "Panorama" vai ao ar nesta segunda-feira. No programa, Andrew Jennings também revela que a candidatura do Catar para a Copa de 2022 custou 117 milhões de libras esterlinas - ou R$ 665 milhões.

Últimas de Esporte