Carlos Eduardo Pereira volta a criticar vinda de Seedorf: 'Não criou vínculo'

Segundo presidente alvinegro, apoiador não foi ídolo do clube

Por O Dia

Rio - Logo que assumiu a presidência do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira fez muitas críticas a contratação de Seedorf, que chegou o Glorioso em meados de 2012, para a disputa do Brasileirão. Porém, o mandatário apenas havia feito análises relativas aos gastos da antiga gestão. Nesta terça-feira, em entrevista ao Sport, o atual presidente do Glorioso questionou também o sucesso da contratação do astro holandês dentro de campo.

Presidente do Botafogo criticou SeedorfDivulgação

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

"Foi uma contratação caríssima, que foi muito importante, como imagem, como formador de torcedores, mas um atleta que não criou vínculos com o Botafogo. Se fizer uma comparação entre o Loco Abreu e o Seedorf, diria que o Loco Abreu é um ídolo da torcida do Botafogo e o Seedor foi um grande jogador que passou pelo Botafogo. Acho que foi dispensável a contratação do Seedorf até porque o clube não tinha condição de arcar com aqueles custos naquele momento sem um suporte", afirmou.

O Botafogo faz a sua estreia pela Série B neste sábado. No Mangueirão, o Alvinegro encara o Paysandu, às 21 horas. Antes, o Glorioso encara o Capivariano, no Engenhão, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil.