Pai de Elias diz que jogador está sendo humilhado desde que voltou ao Sporting

Eliseu Trindade demonstra o descontentamento do jogador por estar afastado da equipe principal e exige respeito ao volante

Por O Dia

Portugal - O futuro de Elias segue indefinido. Sem aceitar a proposta do Flamengo, o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, afirmou esta semana que o clube Rubro-Negro e Eliseu Trindade (empresário e pai do jogador) teriam articulado uma ação para reativar o processo junto à Fifa para rescindir o contrato do jogador com o clube lisboeta. Em entrevista ao jornal português Record, o representante do volante rebateu as declarações do dirigente.

Eliseu rechaçou as acusações e pediu pediu para que Bruno de Carvalho as comprove. O empresário revelou o descontentamento de Elias com a atitude da diretoria do clube de Lisboa e afirmou que o jogador está treinando sob péssimas condições há mais de um mês.

Elias pensa em continuar no Sporting, mas está treinando no time B desde que retornou ao clubeAndré Mourão / Agência O Dia

"O Elias se sente humilhado. Quem não se sentiria assim, depois de ter feito uma bela temporada no país que vai receber a Copa do Mundo, e agora treina de forma precária na equipe B, há mais de 45 dias sem jogar e vivendo sozinho num quarto de hotel? Como é que um presidente que lidera um projeto de mudança do futebol português tem esta postura? Quem quer ser o salvador da pátria tem de dar o exemplo. Ele que abra as portas da Academia (Centro de Treinamento do clube) para que se veja como são os treinos do melhor volante do Brasileirão 2013 e que abra também o contrato que foi feito entre o fundo de investimento e o Sporting, porque é aí que está o problema", afirmou o empresário ao jornal Record.

O pai de Elias revelou ainda que o Flamengo não deseja mais contratar o volante, que jogou pelo clube carioca no ano passado. Ele disse ainda que o presidente do Sporting tem um documento que autoriza o atleta a negociar com qualquer time brasileiro.

Em janeiro deste ano, o Shandong Luneng mostrou interesse em Elias. Os chineses ofereceram oito milhões de euros (cerca de R$ 26 milhões) pelo volante. O brasileiro recusou a proposta, por não ver benefício para o filho David, que teve problemas respiratórios no fim de 2013.

A ideia dos portugueses era negociar com a China, por verem o valor oferecido pelo clube da Ásia ideal para a transação. Por isso, esperou também uma proposta semelhante do Flamengo. Mas o Rubro-Negro só teria oferecido, no máximo, cinco milhões de euros (cerca de R$16,5 milhões). Eliseu lembrou que Elias não preteriu o Sporting em momento nenhum, mas que quer ter a chance de treinar com o elenco principal.

"Se for para sair, é o Elias que tem de decidir para onde vai, não o clube. O Elias exige respeito. Ele nunca disse que não quer jogar no Sporting. Quer é jogar na equipe principal, porque não foi contratado para jogar no time B", concluiu Eliseu.