Após suspensão, Flamengo estuda possibilidade de rescindir com Guerrero

Clube aguarda definição total sobre caso do peruano para decidir o futuro

Por O Dia

Rio - A suspensão de um ano do atacante Paolo Guerrero pode render ao peruano uma rescisão de contrato dentro do Flamengo. O atual vínculo do atacante se encerra em agosto do próximo ano, três meses antes do fim da punição imposta pela Fifa. No entanto, os cariocas ainda aguardam para saber se ainda há possibilidade do atleta não ser suspenso por tanto tempo.

Como Guerrero ainda pretende de recorrer da decisão, o Rubro-Negro não decidiu seu futuro dentro do clube, mas o Flamengo admite a possibilidade de que o contrato seja rescindido.

Guerrero pode deixar o FlamengoGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

A rescisão amigável seria o caminho escolhido pelo clube caso a punição não seja revertida e o atacante não seja liberado para jogar antes do fim de seu contrato, principalmente por conta dos altos valores que o jogador recebe.

Recentemente, o peruano, que tem vencimentos girando em torno de R$ 900 mil por mês, negociava a renovação de seu contrato, onde poderia passar a ganhar o maior salário da América do Sul, com mais de R$ 1 milhão mensais.

Guerrero não poderá contar nenhuma espécie de efeito suspensivo para voltar aos gramados e, caso o processo seja vencido pela Fifa, terá de ficar afastado do futebol até o dia 3 de novembro de 2018, quando sua suspensão preventiva completará um ano.