Fluminense mira agora em outro objetivo

Após terminar o turno do Brasileirão no G-4, Tricolor se prepara para o primeiro jogo contra o Paysandu

Por O Dia

Rio - O descanso foi breve. Com a sensação de dever cumprido com a volta ao G-4 do Brasileiro no fim do primeiro turno, os titulares na vitória sobre o Figueirense se reapresentam nesta terça-feira à tarde, nas Laranjeiras, com o foco voltado para a Copa do Brasil. Ciente da importância de construir um bom resultado na primeira partida contra o Paysandu, quinta-feira, às 19h30, no Maracanã, o técnico Enderson Moreira tem intenção de contar com a força máxima do Fluminense.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Diego Cavalieri está de volta ao FluminenseDivulgação

No entanto, a escalação dependerá do resultado da avaliação física dos atletas. Preocupado com o desgaste de Ronaldinho, titular nas últimas quatro partidas, e com outros voltando de lesão, casos de Fred (pubalgia) e Osvaldo (estiramento na coxa esquerda), o comandante tricolor mantém a cautela. Em caso de vitória, R-10 pode ganhar folga na próxima rodada do Brasileiro, em Joinville.

“Temos que esperar. Qualquer posição no momento pode ser prematuro. É preciso avaliar, pois temos jogadores desgastados. Não penso em poupar ninguém. A não ser que algum atleta não esteja totalmente recuperado. Ao longo da semana tomarei minha decisão”, disse Enderson.

O técnico contará com a volta de nomes importantes contra o Paysandu. Após cumprirem suspensão na última rodada do Brasileiro, Diego Cavalieri, Henrique e Marcos Junior estão à disposição. Osvaldo não está fora dos planos. O atacante sentiu um desconforto na coxa esquerda contra o Figueirense e, por precaução, foi substituído no intervalo.
Em tratamento intensivo, o camisa 17 será a um exame de imagem para avaliar a gravidade do problema.
Wellington Paulista é o único desfalque confirmado. O atacante chegou a defender o Coritiba na Copa do Brasil e fica impossibilitado de jogar pelo Fluminense.

De volta ao Rio, Gerson vira opção

Depois da folga prolongada, Gerson pode ser a novidade contra o Paysandu. De volta ao Rio, ele foi liberado do treino de segunda-feira para resolver problemas particulares. O camisa 30 desfalcou o Flu nas últimas duas rodadas. Com o aval da diretoria, ele viajou para a Itália na companhia do pai, Marcão, para realizar exames médicos e acertar os detalhes do contrato com a Roma.

Com o futuro definido, Gerson enfrenta uma batalha na Justiça com o empresário Jorge Machado, que cobra cerca de R$ 12 milhões referente a 20% dos direitos da ‘joia’. Ignorado no negócio com cifras na casa dos R$ 62 milhões, Machado garante ter a procuração para agenciar a carreira até outubro, com prorrogação automática até 2018.