Moody's revisa perspectiva de nota de crédito do Brasil de estável para negativa

Agência se baseou na retração do crescimento e na deterioração do mercado. Moody's acredita que o PIB do país terá alta de menos de 1% este ano

Por O Dia

A agência de classificação financeira americana Moody's revisou a perspectiva da nota soberana do Brasil de estável a negativa devido à contração do crescimento e à deterioração do mercado da sétima economia mundial.

O "risco crescente de um longo período de crescimento frágil e da deterioração dos parâmetros da dívida levam a uma redução da solvência do Brasil", explica a agência em um comunicado. A nota da dívida no longo prazo do Brasil é Baa2.

A Moody's acredita que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil crescerá menos de 1% este ano - o que corresponderia à menor taxa de crescimento desde 2009 - e que o crescimento ficará abaixo de 2% em 2015.

A economia brasileira está se movendo em direção ao seu quarto ano consecutivo de crescimento moderado: depois de um último pico de 7,5% em 2010, o PIB cresceu 2,7% em 2011, 1% em 2012 e 2,5% em 2013.

Analistas consultados pelo Banco Central do Brasil reduziram no início desta semana sua previsão de crescimento para 2014 de 0,52% para 0,48%.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, avisou que o governo iria revisar para baixo sua previsão de crescimento para 2014, a apenas poucas semanas do primeiro turno das eleições presidenciais de 5 de outubro.

Últimas de _legado_Notícia