Governo chileno decreta emergência ambiental na capital do país

Medidas reduzem em 40% circulação de carros e suspendem indústrias

Por O Dia

Chile - Para reduzir os altíssimos níveis de poluição em Santiago, capital do Chile, o governo do país retirou das ruas da cidade 40% dos carros e suspendeu parte das atividades de 900 indústrias. O Ministério do Meio Ambiente decretou estado de emergência ambiental na nação que está sediando a Copa América. As medidas são temporárias.

Além dos altos níveis de emissões de gases poluentes, as condições meteorológicas também são a causa da má qualidade do ar. “Estamos enfrentando condições incomuns, com um mês de junho dos mais secos em 40 anos, bem como condições muito ruins de circulação de ar no vale de Santiago nos últimos dias, o que aumenta a concentração de contaminação”, informou o ministério.

Além dos altos níveis de poluição%2C condições meteorológicas também causam a má qualidade do ar Reuters

As autoridades chegaram a orientar a população na área metropolitana de Santiago a evitar o exercício ao ar livre. A Copa América, especula a imprensa local, sem confirmação oficial, pode ter sido parte da razão pela qual o governo decidiu tomar as medidas contra a poluição atmosférica.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência