Concurso em Maricá oferece 128 vagas com salário de até R$ 6,6 mil

Inscrições abrem amanhã. Maior oferta é para motoristas (58). Prova será em novembro

Por O Dia

Rio - O projeto Tarifa Zero em Maricá, que oferece transporte gratuito para a população, abrirá 128 vagas na Empresa Pública de Transportes (EPT) da cidade. Publicado no Jornal Oficial do Município (JOM) de ontem, o edital do concurso público oferece cargos de níveis fundamental, médio e superior, com salários de R$ 1.426 a R$ 6.633. As inscrições acontecem a partir de amanhã e vão até dia 31 na sede da Defesa Civil (Rodovia Amaral Peixoto, Itapeba), das 10h às 16h. Os valores das taxas são de R$ 55 (nível fundamental), R$ 65 (médio) e R$ 105 (superior).

Vencedora da licitação, o Instituto Escola Superior de Aperfeiçoamento Profissional (Iesap) é o responsável pela organização do concurso. Embora este seja o primeiro concurso público a ser realizado pela EPT – em setembro de 2014 foi realizado processo seletivo com validade de um ano – todos os funcionários da autarquia aprovados no concurso serão integrados ao Plano de Cargos e Salários já previsto pela instituição. A contratação será em regime estatutário, o que garante estabilidade no serviço.

Aprovados vão trabalhar até o final do ano em empresa de transporte público que oferece tarifa gratuitaDivulgação

O concurso terá validade de seis meses, podendo ser prorrogado por igual período. O resultado final, com homologação dos aprovados, está previsto para o dia 28 de dezembro. A maior quantidade de vagas é para o cargo de motorista (58), que requer nível fundamental. Em seguida, vêm os cargos de assistente administrativo (22) e fiscal de transportes (16), que exigem nível médio. Há ainda oportunidades para auxiliar operacional (4), com nível fundamental, consultor operacional (6), <CW-19>técnico de regulação (4)</CW>, consultor de manutenção (2), e assistente técnico de analista de sistemas (2), para os quais é necessário ter nível médio completo. Já os cargos de engenheiro de tráfego (2), analista de sistemas (2), assessor jurídico (2), contador (2) e analista de regulação (4) exigem nível superior.

Todos os inscritos passarão por provas objetivas a serem realizadas nos dias 15 (níveis fundamental e superior) e 22 de novembro (nível médio), o que permite inscrição para mais de uma função. Os candidatos a assessor jurídico passarão por análise de títulos e prova discursiva. Já os aprovados no exame escrito para motorista ainda passarão por curso de formação.

Últimas de _legado_O Dia no Estado