Paulistas são presas com máquinas ‘chupa-cabras’ em Ipanema

Com as jovens foram achados dois dispositivos chupa-cabras e três cartões de crédito

Por O Dia

Rio - O passeio de duas paulistas pelo Rio terminou em prisão no último sábado. Enquadradas por estelionato, Fernanda Harumi Uehara e Daniela Gouveia Torres, ambas de 18 anos, são acusadas de colocar dispositivos de clonagem, conhecidos como ‘chupa-cabras’, na agência do Banco do Brasil da Praça General Osorio, em Ipanema, Zona Sul.

A prisão foi feita por agentes da Operação Lagoa Presente após a denúncia de um vigilante bancário. Ele avisou que elas estavam em um táxi Corsa, modelo sedan, o que ajudou na busca. Com as jovens foram achados dois dispositivos chupa-cabras e três cartões de crédito próximos ao carro, jogados no chão – elas tentaram se desfazer dos objetos durante a abordagem.

Fernanda e Daniela foram reconhecidas pelo vigilante e levadas para a 14ª DP (Leblon). O funcionário informou ainda que há imagens da ação das mulheres no sistema do banco. 

Últimas de Rio De Janeiro