Justiça proíbe estado de transferir PMs de Petrópolis durante Jogos Olímpicos

Segundo decisão, nenhum equipamento, como armas e viaturas, poderá ser retirado do quartel

Por O Dia

Rio - A Justiça do Rio proibiu, nesta sexta-feira, o estado de transferir policiais militares de Petrópolis para a capital durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. De acordo com o juiz Jorge Luiz Martins Alves, da 4ª Vara Cível de Petrópolis, nenhum equipamento, como armas, munições ou viaturas, poderá ser retirado do quartel.

A decisão atende a um pedido de antecipação de tutela em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público (MP), que denuncia a perda de cinco viaturas operacionais e a possível transferência de 40 PMs para atuarem na capital durante os jogos.

LEIA MAIS

Cariocas já contam com reforço na segurança das ruas para os Jogos

?Mais de 500 agentes irão reforçar a segurança na área central do Rio

Ainda na decisão, o magistrado também determina que o Estado devolva ao 26º BPM (Petrópolis), em 24 horas, as cinco viaturas cedidas ao Batalhão da Praça da Harmonia (5º BPM), segundo a ação do MP, além de eventuais armamentos e munições.

Últimas de Rio De Janeiro