Unirio é alvo de pichações racistas: 'pretos fedem'

Episódio causou revolta na comunidade acadêmica

Por O Dia

Rio - A Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) foi alvo de pichações racistas nesta terça-feira. "Pretos fedem" e a sigla "KKK" — referente à organização americana Ku Klux Klan, que prega a supremacia branca em relação aos negros — foram escritas nas paredes do Centro de Letras e Artes. O episódio causou revolta na comunidade acadêmica.

Unirio foi alvo de pichações racistas nesta terça-feiraReprodução Internet

Nas redes sociais, a Escola de Teatro da Unirio publicou uma nota de repúdio . "A prática de racismo é inaceitável e sempre será firmemente combatida por esta instituição através de meios legais", diz um trecho do texto. 

Já o Diretório Central dos Estudantes (DCE) pediu que a Reitoria e da decania abra uma sindicância para apurar o autor dos ataques e cobrou que medidas sobre a permanência dos responsáveis sejam tomadas de forma urgente.

"Discursos de ódio, apologias à movimentos racistas, machistas, lgbtfóbicos quaisquer outros elementos que caracterizem discriminação racial, social, de gênero ou de orientação sexual serão fortemente combatidos e não terão espaço dentro da universidade", escreveu o DCE da instituição.

Em nota, a Unirio afirma que foi informada sobre o problema nesta sexta-feira pelo Centro de Letras e Artes (CLA) e já deu início a um processo administrativo interno para apurar o caso. A universidade ressaltou que a denúncia será encaminhada à Polícia Federal e ao Ministério Público para investigação.

Últimas de Rio De Janeiro