Ato vai homenagear policiais militares mortos no estado do Rio em 2017

Rio de Paz vai promover homenagem na Lagoa na manhã desta quarta. Número de PMs assassinados no estado chega a 132

Por O Dia

Rio - Uma homenagem será feita em memória dos 132 policiais militares assassinados no estado do Rio este ano. O ato será promovido pela ONG Rio de Paz na Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul, às 11h desta quarta-feira. 

A manifestação em forma de homenagem vai acontecer na Curva do Calombo, onde estão fixadas as placas com os nomes dos policiais mortos até o último dia 23, data em que morreu o 132º PM no estado. As placas serão removidas e colocadas outras cinco com todos os nomes das vítimas. A população também será estimulada a levar flores para o local. 

Ato na Lagoa vai homenagear policiais militares mortos no Rio em 2017 Divulgação

Além disso, serão colocados 13 uniformes da Polícia Militar com rosas vermelhas nos bolsos placas com os números das mortes violentas no Rio de Janeiro no ano de 2017, de acordo com os dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio de Janeiro.

“A partir de janeiro de 2018, começaremos, Deus queira que não precisemos, fixar as placas em memória dos PMs mortos em 2018”, disse Antônio Carlos Costa, presidente e fundador da Rio de Paz.

A ONG pretende remover a instalação no dia em que a estatística de homicídio no estado cair para 10 mortes por 100 mil pessoas por ano. Hoje, o número é de 30 para cada 100 mil. “A verdadeira defesa dos direitos humanos jamais é seletiva. As condições de trabalho dos nossos policiais representam violação de direito. Temos o dever, portanto, de defender aqueles que nos defendem”, complementou Costa.


Últimas de Rio De Janeiro