Moradores querem ações semelhantes na Zona Norte

Por O Dia

Dois pesos e duas medidas. É assim que moradores de áreas próximas a comunidades conflagradas nas zonas Norte e Oeste receberam a decisão das Forças Armadas de apoiar, ontem, as operações policiais na Rocinha, na Zona Sul da cidade. Há mais de 40 anos moradora de Vicente de Carvalho, bairro onde fica parte do Morro do Juramento, X. disse se sentir indignada por sua região não receber a mesma atenção por parte das autoridades. "Vivemos dias de horror com o Juramento. A mais de dois Kms de distância, ouvimos tiroteios de mais de cinco horas, ininterruptamente, com sete mortos, uma senhora atingida por uma bala perdida no metrô, moradores sem condição de voltar para casa... e não houve essa repercussão. esse auxílio", disse.

Ela acrescentou que está cansada de encontrar estilhaços de projéteis no quintal de casa e de sentir medo de bandidos que circulam livremente e armados pelas ruas. "Me mudei para uma rua não tão próxima dessa realidade, mas, mesmo assim, vivi o terror novamente". Outro morador do bairro concorda. "Operações semelhantes à de ontem deveriam ser aplicadas em todas as comunidades quando há confrontos", pediu. Ontem à noite houve novo tiroteio no Morro do Juramento.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro