O que vem de baixo atinge o Botafogo

Tropeços contra times que lutam contra a degola podem ameaçar os planos dos alvinegros por uma vaga na Liberta

Por O Dia

Depois de colecionar eliminações ao longo da temporada, o Botafogo concentra todos os esforços em um único objetivo: uma vaga na Libertadores de 2018. Vindo de derrota em casa para o Vitória, os alvinegros sabem que, para se garantir na competição, não podem perder tantos pontos importantes para equipes que estão na parte de baixo da tabela.

Na sexta colocação do Campeonato Brasileiro,com 40 pontos, os alvinegros já perderam 18 pontos para times que lutam contra o rebaixamento, um retrospecto que incomoda o elenco. Em entrevista coletiva após o treino de ontem, o zagueiro Igor Rabello reforçou essa insatisfação: "Fica um gostinho ruim de perder para quem está mais embaixo, mas a gente quer classificar e entender que acontece, nem sempre vamos vencer".

Apesar disso, o defensor lembrou que a equipe conseguiu recuperar esses pontos perdidos, mesmo sabendo que os erros não podem se repetir.

"Nós perdemos alguns pontos importantes em casa, mas também ganhamos fora. Acontece um apagão, assim como teve contra São Paulo e Vitória. Mas não pode deixar acontecer mais. Aqueles dez minutos finais que não podemos dar mole. Se ganharmos todos em casa temos grandes chances de classificar", disse o jogador.

Amanhã, o Botafogo pega a Chapecoense, no Nilton Santos, visando evitar mais um tropeço diante de uma equipe que luta contra a degola. Mesmo que perca para os catarinenses, o Alvinegro não sairá da zona de classificação para a Libertadores nessa rodada, já que está quatro pontos à frente do Atlético-PR, que está em oitavo lugar.

Comentários

Últimas de Esporte