Drones no show do Réveillon em Copacabana

Equipamentos transmitirão imagens ao vivo para 10 telões de LED. Anitta comando o show

Por JONATHAN FERREIRA

Esquema especial começa no dia 29
Esquema especial começa no dia 29 - Gabriel Monteiro/Riotur

A queima de fogos do Réveillon da Praia de Copacabana terá 17 minutos de duração e será filmada por drones que transmitirão as imagens para 10 telões de LED instalados na orla. A novidade foi revelada ontem pela manhã, durante um evento no Palácio da Cidade, que contou com as presenças do prefeito Marcelo Crivella e do presidente da Riotur, Marcelo Alves. O tema deste ano será "O Revéillon do Abraço", em referência à canção de Gilberto Gil que homenageia o Rio. Ao todo serão 11 balsas oceânicas espalhadas pela praia e 25 toneladas de fogos.

A cantora Anitta foi escolhida para comandar a festa, que também contará com as apresentações de Frejat, que será o último artista a se apresentar antes da queima de fogos, Cidade Negra, Belo, Naldo Benny, Ana Petkovic e o DJ Tucho. A cantora subirá ao palco após a queima de fogos, assim como as baterias da Portela e da Mocidade Independente de Padre Miguel, campeãs do carnaval deste ano.

Os organizadores irão dobrar o número de torres de som, passando para 30 equipamentos. A ideia é entrar para o Guinness Book (livro dos recordes) como a maior contagem regressiva do mundo. Outra novidade será o palco, que este ano será redondo e terá mais de 100 metros de largura, instalado em frente ao Hotel Copacabana Palace. A expectativa da prefeitura é de aumentar em 15% o público da festa, que em 2017 registrou 2 milhões de pessoas.

Com o objetivo de atrair um número maior de turistas no período de fim de ano, a prefeitura irá promover eventos entre os dias 26 de dezembro e 6 de janeiro em diversos pontos da cidade. O Réveillon será o primeiro evento do calendário "Rio de Janeiro a Janeiro". Para fechar os eventos de Réveillon, a Prefeitura do Rio irá promover um evento no dia 6 de janeiro, com as baterias de 13 escolas de samba, na Praia de Copacabana.

MAIS SEGURANÇA

O prefeito Marcelo Crivella antecipou que irá implementar o programa para dar mais segurança em Copacabana. "Na segunda feira estaremos anunciando o Rio mais seguro. A prefeitura vai colocar 10 vezes mais policiais nas ruas, dobrar número de guardas municipais, motociclistas, câmeras e cães", prometeu. A previsão é que o programa entre em vigor na primeira semana de dezembro.

A prefeitura anunciou ainda outros nove locais onde serão montados palcos para o Réveillon: Barra da Tijuca, Ilha do Governador (Praia da Bica), Paquetá, Sepetiba (Praia do Recôncavo), Parque Madureira, Piscinão de Ramos, Penha, Guaratiba e Praia do Flamengo.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, a ocupação hoteleira está em 72%. A expectativa é que a cidade receba 2,7 milhões de turistas, que irão movimentar R$ 2,2 bilhões.

Comentários