Esplanada: Comitê faz vista grossa sobre diáspora de venezuelanos em Roraima

Centenas continuam a entrar no Brasil ilegalmente todos os dias

Por O Dia

Brasília - Enquanto Roraima sofre a diáspora de venezuelanos em busca emprego, comida e até produtos de necessidades básicas, o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) faz vistas grossas. Centenas continuam a entrar no Brasil ilegalmente todos os dias.

Por ora, o Conare não soltou uma nota ou previsão de reunião do colegiado vinculado ao Ministério da Justiça e Ministério de Relações Exteriores, chefiado pelo ministro José Serra (PSDB), ácido crítico e rival declarado do governo venezuelano. 

Ilegais

A Coluna denunciou há dias a crise humanitária no extremo Norte: mais de 3 mil venezuelanos famintos cruzaram a fronteira e ficaram em Pacaraima e Boa Vista.

Cadê?

O Rio criou um comitê de integração entre suas polícias, a PF, as Forças Armadas e o Ministério da Justiça, em 2007 para o Pan. Ele vive sendo recriado. E segue a novela.

Marcha (lenta)

O exército propalado por Lula da Silva e Stédile acampou no gramado da Esplanada. São cerca de 30 sem-terra do MST em 10 barracas. Acabou o repasse federal.

Vergonha nacional

Uma presidente da República ‘cumpanheira’, uma Suprema Corte complacente, uma Procuradoria da República leniente, um Código Penal frouxo e um povo que se cala. No que dá? O perdão das penas de todos os políticos do Mensalão do PT. O último deles, José Dirceu, se livrou de mais sete anos de pena ontem.

Brasiiiillll

Em suma, a então presidente Dilma pediu o indulto geral, a PGR validou, o STF topou e o povo não questionou. Fica apenas um exemplo para o leitor responder por que o Brasil 'não dá certo', quando alguém perguntar.

Enrolação...

A Coluna cantou a bola de que a gasolina não cairia nas bombas. A Petrobras enganou o cidadão. Quem define o preço final são as distribuidoras; ainda recaem sobre valor outros tributos não reduzidos e fatores não levados em conta, como a alta do frete.

...na ignição

Ou seja, a gasolina não vai cair. Vai deixar de subir. Nosso bolso continua a sofrer.

A jogada

O federal Danilo Forte, com bom trânsito no atual Governo, conseguiu na Caixa promessa de patrocínio para o Ceará Sporting Club.

#tamojunto

O PP do Congresso anda tenso com a situação do partido na Esplanada e na conjuntura do Governo. O senador Ciro Nogueira, presidente nacional, espera o presidente Michel Temer retornar da Índia para perguntar, discretamente, se está tudo bem.

Sabe tudo!

O deputado Tiririca (PR-SP), o mais votado do País, acha “legal” aprovar a PEC que limita os gastos públicos. Um dos poucos presentes na Câmara às segundas-feiras, afirmou: "Tem que aprovar para acabar com a pobreza no interior do Ceará".

Bate-ponto e tchau

Em meio a uma piada e outra e às gargalhadas do cafezinho da Câmara, Tiririca pausa e fala 'sério'. "Sou o mais assíduo na Casa. Venho, acompanho a sessão, voto e vou resolver minha vida", afirma, sem entender o que ocorria no plenário da Câmara.

Ponto Final

"Essa PEC (que limita os gastos públicos) é um ‘monstro’. Deveria se chamar de PEC da morte".

Do senador Paulo Paim (PT-RS)

Coluna de Leandro Mazzini

Últimas de Brasil