Coluna Esplanada: Delações da Lava Jato devem ser confirmadas em duas semanas

Os delatores só têm que confirmar se falaram espontaneamente aos procuradores que conduzem a operação em Curitiba

Por O Dia

Brasília - A homologação das delações que vão tirar a política brasileira dos trilhos deverá ser concluída nos primeiros dias de fevereiro. Essa fase da temida Lava Jato é célere: os delatores só têm que confirmar se falaram espontaneamente aos procuradores que conduzem a operação em Curitiba.

Marcelo Odebrecht, o chefão da empreiteira e do engenhoso esquema de corrupção, será o último que prestará depoimento aos juízes que auxiliavam o ministro Teori Zavascki. Juízes de outros gabinetes do STF vão se juntar à força-tarefa para agilizar a tomada de depoimentos.

Força-tarefa

O Tribunal de Contas da União também terá uma força-tarefa. Em dez dias ministros, assessores e técnicos vão iniciar o pente-fino na Previdência Social.

Bandeira vermelha

O MST anuncia o “Fevereiro Vermelho”. Os alvos preferidos para as ocupações são propriedades ligadas a políticos da base governista.

Massagem no espírito

O ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tem se dedicado na cadeia a leitura de livros de autoajuda e da Bíblia.

Boca do forno

Tudo vai na direção de uma reforma ministerial que deve envolver quatro ministérios de Michel Temer. A troca de comando acontecerá após concluída a eleição para a Mesa Diretora da Câmara e do Senado. Antônio Imbassahy (PSDB-BA) será o primeiro a ser confirmado na Secretaria de Governo. Alterações na Saúde, Desenvolvimento Econômico e Justiça devem ser promovidas até abril.

Flagelo sertanejo

A seca no Nordeste, que já dura cinco anos, deve continuar na Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará. A previsão é do Grupo de Trabalho em Previsão Climática Sazonal.

Meio do caminho

Senador no exercício do mandato, Thieres Pinto (RR) vai trocar o PDT pelo PTB. Mudança depende de detalhes e da conversa já agendada com Michel Temer.

Decidido

O senador Álvaro Dias (PV-PR) foi direto quando respondeu sobre uma provável candidatura à presidência do Senado. “Não pretendo”.

Combinado

O PSD confirma hoje o apoio à candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara. Ficará com a terceira Secretaria e Secretaria de Relações Internacionais, conforme antecipou a Coluna.

Fechado

Rogério Rosso (PSD-DF) fala nesta manhã à Imprensa. Deve anunciar sua renúncia à candidatura à presidência da Câmara.

Briga de galo

O vice-ministro de Relações Exteriores de Cuba, Abelardo Moreno, afirmou que 'classificar de estremecidas as relações de Cuba com o Brasil é ser extremamente otimista'. Ele disse que a prioridade de Cuba é a Comunidade de Estados Latino- Americanos e Caribenhos (Celac), e que o Brasil não está na nesta agenda. O presidente cubano, Raul Castro, chegou para o evento em avião da petroleira venezuelana PDVSA.

Sem resposta

Em Punta Cana, Moreno está acompanhado do ex-vice-ministro de Exteriores, Rogelio Diaz, que há algumas semanas estave em Brasília. Cuba decidiu que a então embaixadora Marielena Ruiz Capote não retorna ao posto e não pretende avaliar o nome do embaixador brasileiro Frederico Duque Estrada, para o lugar de Cesario Melantonio Neto, que irá para Atenas.

Lado bom

Sergio Florêncio, diretor de Políticas Internacionais do Ipea, vê com otimismo o governo Trump. Acha que o expansionismo fiscal dos EUA vai incentivar as importações.

Ponto Final

A maior entidade que representa os aposentados, a Confederação Brasileira dos Aposentados (Cobap) perdeu o crédito com a maioria das representações sindicais.

Coluna de Leandro Mazzini

Últimas de Brasil