Gilberto Braga: É hora de abrir o próprio negócio?

Se a poupança já está no fim, uma opção é começar a empreender com atividades que não exijam altos investimentos na partida

Por O Dia

Rio - O ano de 2017 está aí e você esperando para decidir o que fazer da sua vida. Então, chegou a hora de arregaçar as mangas e colocar as mãos na massa. Vamos trabalhar? Mas o emprego está difícil, são 12 milhões de brasileiros na lista de desempregados do IBGE.

Uma opção em que muitos pensam, mas têm dúvida e medo de abraçar é a de abrir um negócio próprio. Será que é a hora certa para se tornar um empreendedor? Primeiro, o momento exato para decidir é após constatar que conseguir um emprego formal está muito difícil na sua profissão e para o seu perfil profissional (experiência, formação, salário desejado).

Uma opção em que muitos pensam%2C mas têm dúvida e medo de abraçar é a de abrir um negócio próprioDivulgação

Além disso, você deve ter uma reserva financeira estratégica de valor suficiente para investir no que pretende fazer e sobreviver por alguns meses até o novo negócio decolar. Se a poupança já está no fim, uma opção é começar a empreender com atividades que não exijam altos investimentos na partida.

Por exemplo, fazer doces e salgadinhos para festas e eventos, em que a compra dos ingredientes já está casada com a encomenda e o recebimento do dinheiro é na entrega. Para quem almeja um negócio de maior porte, com a crise, está mais fácil conseguir um ponto comercial.

Os alugueis caíram muito e como há várias lojas vazias, luvas não são cobradas. Independentemente do tamanho, hoje todo novo empreendimento deve ter loja virtual ou site na internet, cujo o investimento é muito baixo e pode até ser feito pelo próprio empreendedor.

Também é indispensável elaborar plano de negócios, com metas, etapas de desenvolvimento do empreendimento, orçamento de receitas, despesas e lucros. Há sites gratuitos que ensinam como montar esse planejamento para pequenos negócios.

A economia deve começar a recuperar a dinâmica em 2017, por isso apostar no negócio próprio pode ser boa opção no momento.

Além disso, a geração de empregos com carteira assinada é o último dos indicadores a reagir na economia, posto que as empresas só contratam quando têm certeza de que o mercado está se aquecendo. Infelizmente, isso só começará a ser percebido no último trimestre de 2017.

Gilberto Braga é professor de Finanças do Ibmec e da Fundação Dom Cabral

Últimas de Economia