O Flamengo lembrou a Seleção

Rubro-Negro foi completamente dominado pelo Internacional

Por O Dia

Rio - Foi tão fácil a vitória do Inter, tão caótica a atuação do Flamengo e tão evidente a superioridade gaúcha depois dos 4 a 0 que a queda rubro-negra no Sul lembrou, por alguns momentos, o fiasco brasileiro na Copa.Principalmente na parte final do segundo tempo pelo toque de bola diante da impotência absoluta do adversário. Foi uma tragédia anunciada até pela fase muito ruim do Flamengo, mas Ney Franco tratou de piorar as coisas com uma escalação estranha, toda modificada, em que não se sabia se Léo Moura era lateral direito ou apoiador e a zaga ficou entregue às baratas, novamente com dois zagueiros de área e um ataque patético onde Mugni não criava nada e Alecsandro se isolava como se fosse Fred com a Amarelinha.

O jogo foi decidido no finzinho da fase inicial, no lance do pênalti de Chicão, que foi expulso e permitiu a cobrança perfeita de D’Alessandro, o craque do jogo. A fase final, com um homem a menos, foi um drama para o Flamengo, que deve dar graças aos céus por ter tomado somente mais dois gols. Tudo se tumultua agora no clube e a crise já se aprofundou com agressões a jogadores e vai continuar com a possível queda de Ney Franco.

Ney Franco está em situação complicada no FlamengoDivulgação

O SALVADOR

A torcida do Botafogo precisou rezar um pouco para ver o time sair com uma vitória de Volta Redonda sobre o Coritiba, mas deve mesmo acender umas velas de agradecimento ao goleirão Jefferson que, com pelo menos três grandes defesas, garantiu a vitória. De resto, salvou-se Bolatti, até pelo bonito gol e um pouco a dupla de zaga. O ataque foi péssimo e é difícil acreditar que Wallyson e Zeballos sejam solução para alguma coisa. Atuação péssima, mas resultado bom.

FLU NA PILHA

Não foi um jogo fácil, até porque o Santos é um time jovem, inexperiente mas com muito empenho e marcação.No primeiro tempo, o Fluminense perdeu tempo com jogadas centralizadas no ataque e Walter sem chance para aproveitar o seu oportunismo. Só na fase final, o Flu, com a entrada de Samuel, organizou-se melhor, pressionou com lucidez e chegou ao primeiro gol no bom chute de Conca. Mesmo longe do seu potencial, o Flu venceu e se manteve nas primeiras posições.

Conca fez belo gol em Volta RedondaDivulgação

MERITOCRACIA?

Para um técnico chegar à seleção brasileira recomenda-se que não ganhe títulos nem forme equipes vencedoras, a não ser se tiver levantado campeonatos remotos. Marcelo, do Cruzeiro, por exemplo, tem feito brilhante trajetória no Cruzeiro mas não adianta nada. Mas quem anda parado ganha muitas chances, caso de Dunga. Serve também quem vem de fases ruins, como ocorreu com Felipão que chegou à Seleção depois de cair para a Segundona no Palmeiras.

O QUE FOI POSSÍVEL

Levando-se em conta que a seleção de vôlei passa por uma fase de transição e renovação com o objetivo olímpico e atravessou a Liga Mundial com altos e baixos, ficou de bom tamanho o vice que poucos esperavam. Depois de forçar a saída da Rússia e da bela vitória sobre a Itália,o Brasil jogou quase de igual para igual com os EUA, mas foi sempre um pouco inferior nas variações e nos fundamentos.Lucarelli e Sidão tiveram os seus momentos mas foi pouco e 2016 vai exigir mais.

SÃO JANUÁRIO DEIXA O VASCO PERTURBADO

É impressionante como, nos últimos tempos, o Vasco tem jogado mal e perdido pontos incríveis na sua tradicional colina histórica. Claro que isso tem muito a ver com a baixa qualidade do time, mas a pressão da torcida, em vez de motivar, deixa os jogadores muito nervosos. Parece um contrassenso mas é real. No sábado, o time se arrastou em campo, nivelou-se por baixo com o adversário e poderia até ter saído derrotado. A Série B continua sendo um problema para o Vasco do técnico Adílson Batista.

Últimas de Esporte