Flamengo retorna às raízes para ficar de bem com a Nação

Exibição de garra contra o Fluminense anima Rueda na luta pelo título e G-4 no Brasileirão

Por O Dia

Rio - Ao buscar o empate em 3 a 3 com o Fluminense que chegou a estar vencendo por 3 a 1 , o Flamengo, além de passar à semifinal da Sul-Americana, mostrou força para buscar o título e, no Brasileiro, o G-4. Um poder de reação nascido da combinação dos componentes da essência rubro-negra: golaço de falta do camisa 10, Diego; o brilho de valores fabricados no clube, como Vinicius Júnior, Felipe Vizeu e Lucas Paquetá; apoio da arquibancada; e raça, amor e paixão a cada bola dividida. Uma junção que, aos olhos de Reinaldo Rueda, ganha contornos sobrenaturais.

"Parabéns ao time pela entrega, pela mística. O Flamengo demonstrou sua história e seu caráter diante de um rival muito difícil. Jogo intenso contra um rival com muita vontade. Creio que o trabalho feito pelo time foi imposto. Parabenizar a torcida pelo apoio", afirmou Reinaldo Rueda, que parecia encantado.

Classificação contra o Fluminense deu novo ânimo ao FlamengoGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Mesmo sentimento despertou Vinicius Júnior na imprensa espanhola. O garoto de 17 anos colocou fogo no Fla-Flu e, embora não tenha feito gol ou dado assistência, teve a atuação exaltada pelo jornal Marca. Segundo o veículo, o futuro atacante do Real Madrid é um "jogador completo."

Na volta para o segundo tempo do Fla-Flu, os rubro-negros gritavam "queremos raça!" A torcida perdoa a falta de inspiração, mas não tolera a de transpiração. Aos poucos, o time começa a se moldar dentro do DNA do clube.

"Todas as equipes campeãs se formam com o tempo, não é de uma hora para a outra. Mais uma vez estamos numa semifinal de um torneio importante. E isso vale ser comemorado. O que passou em outros campeonatos ficou. São cicatrizes que ficaram. Não tem como esconder", disse Diego.

GUERRERO PODE PEGAR O GRÊMIO

Guerrero será reavaliado no treino desta manhã, no Ninho do Urubu, para saber se enfrentará o Grêmio, domingo, em Porto Alegre. No departamento de futebol do Flamengo, o clima é de otimismo. Pela evolução do atacante no tratamento de um edema na coxa esquerda, a expectativa é que ele estará à disposição.

Já Juan não enfrentará o time gaúcho. O jogador foi substituído no segundo tempo do Fla-Flu por Rafael Vaz, com dores na coxa direita. Reavaliado ontem pelos médicos, o zagueiro não teve constatada lesão, mas será examinado novamente hoje. De qualquer forma, será poupado para evitar problemas maiores. Reinaldo Rueda já não conta com Réver, machucado no joelho direito.