Torcida vai às Laranjeiras e faz protesto contra a equipe no treino deste sábado

Jogadores foram a campo com uma hora de atraso. Fred foi um dos mais criticados, enquanto Carlinhos recebeu apoio

Por O Dia

Rio - O momento vivido pelo Fluminense não é dos melhores. A má fase pôde ser percebida na derrota para de 3 a 1 para o Horizonte, do Ceará, na estreia da Copa do Brasil. Antes do treino na manhã deste sábado, nas Laranjeiras, jogadores, diretoria e comissão técnica tiveram uma longa reunião no vestiário. Após a conversa, parte do elenco foi à campo e ouviram, durante toda a atividade, protestos de torcedores insatisfeitos com os recentes resultados da equipe comandada por Renato Gaúcho. 

Walter finaliza à gol na atividade deste sábado%2C nas LaranjeirasDivulgação

A torcida tricolor pediu mais raça e vontade aos jogadores, além de estender uma faixa de "time sem vergonha". Os principais alvos foram Bruno, Jean e o ídolo Fred. O lateral-direito foi xingado. As cobranças com o meia foram para ter mais ter mais vontade em campo. Já as reclamações para o capitão da equipe soam como um aviso: "O Fluminense é maior que você". Os cerca de 100 torcedores que estiveram presentes também xingaram o presidente Peter Siemsen, que esteve no treino. 

Por outro lado, Carlinhos recebeu total apoio da torcida. Um dos poucos titulares presentes, ele ouviu gritos de "Força, Carlinhos!". O filho de dois meses do lateral-esquerdo, que nasceu prematuro, morreu na última semana. 

Peter Siemsen e Renato Gaúcho se cumprimentam antes do treino da manhã deste sábadoDivulgação

Mesmo com os protestos vindo da arquibancada, não houve incidentes nas Laranjeiras e a atividade transcorreu sem problemas.Os jogadores jogaram o tradicional "bobinho" e depois foram divididos em dois times para disputar um rachão em campo reduzido. Este foi o último treinamento do time antes do jogo contra o Volta Redonda, neste domingo, em Macaé, a última partida na primeira fase do Campeonato Carioca. Se vencer, assegura a segunda colocação da Taça Guanabara.