De bem com a vida, Fred brinca e não teme lesão antes da Copa do Mundo

Atacante simulou uma contusão em treinamento do Fluminense

Por O Dia

Rio - De bem com a vida desde que foi confirmado pelo técnico Luiz Felipe Scolari entre os 23 jogadores que vão disputar a Copa do Mundo, Fred esbanja alegria e transforma o clima nas Laranjeiras. Animado, o camisa 9 tricolor arrancou gargalhadas de seus companheiros e de parte da comissão técnica, mas também causou preocupação ao brincar de goleiro ao fim da atividade de quarta.

A brincadeira lembrou uma situação parecida que levou ao corte de Emerson, capitão da Seleção, a poucos dias do mundial de 2002. Na época, o volante sofreu lesão no ombro ao atuar no gol, durante um rachão.

Mesmo sem nenhuma vocação para a posição, Fred suou a camisa. Auxiliado pelo quarto goleiro, Marcos Felipe, o atacante pulou com vontade para defender chutes rasteiros. Ele também arriscou saídas do gol e treinou reposição de bola.

Fred mostrou bom humor em atividadeDivulgação

No final da brincadeira, o artilheiro fez uma simulação, pouco convincente, de uma contusão depois de levar uma bolada na mão. Fred ficou deitado no gramado, fingindo sentir dor no local, mas, em seguida, se levantou sorridente e seguiu para o vestiário. Para quem lembrou o corte de Emerson, o comportamento de Fred foi uma brincadeira de mau gosto.

Clube quer mais reforços

Mesmo após deixar a situação bem encaminhada com os zagueiros Henrique, do Bordeaux (França) e Fabrício, ex-Vitória, o Fluminense continuará buscando reforços em outros setores.

“Além dos grandes jogadores de que dispomos, o clube tem uma juventude agregada de boa qualidade. Vamos buscar contratações pontuais, como é o caso do zagueiro Henrique, e a possibilidade do Fabrício”, explicou o diretor de futebol Paulo Angioni.

Zagueiro agradece elogios e planeja anular o ‘Pirata’

Elogiado por Fred após a boa atuação no clássico com o Flamengo, o zagueiro Elivelton comentou o incentivo de seu capitão.

“Todo mundo sabe que clássico é pegado, ainda mais Fla-Flu, que é uma rivalidade grande e conseguimos fazer um bom jogo, não sofremos muito. Fico feliz pelo Fred nos elogiar, pois além de jogador de seleção é nosso capitão. Mas isso não podemos deixar que subir à nossa cabeça. Temos de procurar, a cada jogo, melhorar mais”, disse.

Disposto a manter o ritmo contra o Grêmio, domingo, Elivelton já pensa como parar o argentino Barcos, principal atacante da equipe gaúcha.

“O Barcos todo mundo sabe que é um grande atacante. Na área tem tranquilidade para finalizar. Vamos procurar marcar bem, não dar espaço e evitar que a bola chegue nele”, projetou o jovem zagueiro.