Reforços podem mudar a característica do Vasco em campo, segundo Jorginho

Técnico cruzmaltino vê a chegada de Ederson e Junior Dutra como possibilidades para deixar a equipe mais rápida

Por O Dia

Pernambuco - O Vasco contou com uma boa atuação, principalmente no segundo tempo, para derrotar o Santa Cruz por 3 a 2 e se classificar para as oitavas de final da Copa do Brasil. Jorginho não poupou elogios à paciência do time e foi preciso na avaliação das características da equipe. Sabendo que conta com jogadores mais lentos, a chegada de Ederson e Junior Dutra pode mudar a forma do Cruzmaltino jogar.

"Eu posso dizer que nossa equipe não é extremamente veloz, pelo menos até agora. Com a chegada dos dois jogadores, a equipe vai mudar um pouquinho a característica. Dutra e Ederson são de velocidade. Sem eles, precisamos ter um controle maior do jogo. É normal. A paciência é necessária para esperar o momento para matar o jogo. Estou ganhando a possibilidade de uma mudança no time. Tenho o Eder, o Caio. Agora ganhamos mais dois. Vai acrescentar muito dentro de um jogo poder mudar a característica", disse Jorginho, que completou:

"O Ederson vinha jogando normalmente. Ficou no banco no último jogo dele no Kashima, sábado passado. Está fazendo alguns exames para ver se está tudo equilibrado. Estando tudo bem, provavelmente Ederson vai para o banco. O Dutra temos que ter um pouquinho mais de cuidado. Temos que dar um trabalho mais conjunto, mais intenso, para darmos um ritmo melhor. Mas nada impede talvez que ele fique no banco. Se for necessário, vamos levá-lo para o banco."

O próximo compromisso do Vasco será pela Série B do Brasileirão, contra o Bragantino, no sábado, às 16h30, em São Januário. Líder isolado, mas com apenas um ponto a mais que o CRB, o Cruzmaltino busca a vitória para abrir vantagem na tabela.

"O Vasco, pela sua tradição, pelas suas conquistas, sempre tem que entrar para vencer, buscando títulos. É uma obrigação nós subirmos para a Série A. A questão de ser campeão ou não depende do nosso andamento. Nosso objetivo é respeitar as outras equipes. Vamos tentar construir uma gordura de novo na liderança. A chegada de reforços qualifica bastante o nosso grupo. O nível permanece o mesmo se tivermos que segurar algum jogador", concluiu o técnico.