Brasil Econômico faz parceria para tirar dúvidas na declaração do IR 2015

Programa da Receita Federal já está disponível para download. Contribuintes têm até 30 de abril para enviar formulário ao Fisco

Por O Dia

Rio - A Receita Federal liberou, nesta segunda-feira, o programa para preencher a declaração do Imposto de Renda 2015 (ano-base 2014). O download está disponível no site do órgão. Este ano, o fisco espera receber um total de 27,5 milhões de declarações em 2015, o que representa crescimento de 1,85% em relação ao ano passado, quando foram enviados 27 milhões de documentos. Os contribuintes têm até 30 de abril para entregar o documento, podendo apresentar a declaração completa ou simplificada.

Receita admite lentidão no início do prazo para entrega do IR 2015

Durante o período da declaração, pelos próximos dois meses, o Brasil Econômico, em parceria com a IOB Sage, abre espaço para que leitores esclareçam dúvidas relativas à declaração do Imposto de Renda. O site vai abordar o assunto diariamente, enquanto a versão impressa dedicará uma página ao assunto às sextas-feiras.

Confira abaixo um resumo de regras divulgadas pela Receita Federal para o preenchimento do formulário da declaração.

Em 2015, estão obrigadas a apresentar a declaração pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 26.816,55 em 2014; teve rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado; teve ganhos de capital na venda de bens ou com operações em bolsa; teve receita de atividade rural acima de R$ 134.082,75; ou teve bens ou direitos acima de R$ 300 mil.

A declaração do Imposto de Renda pode ser feita pelo computador e enviada pela internet (www.receita.fazenda.gov.br), por tablets e smartphones, via aplicativo que pode ser baixado através da página da Receita Federal. A novidade deste ano é a possibilidade de preencher e enviar o formulário on-line, na página da Receita. Não são mais aceitos formulários de papel e disquetes.

Restituição

Os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, também recebem mais cedo as restituições do Imposto de Renda, caso tenham direito. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade. Os valores começam a ser pagos em junho de cada ano pelo governo e seguem até dezembro, divididos em sete lotes.


Últimas de _legado_Notícia