Vídeo de 'casamento' de menina com homem que poderia ser seu avô choca

Imagens são de campanha de grupo que luta pelos direitos das mulheres no Líbano, onde casar crianças pode ser feito

Por O Dia

Líbano - Imagens de uma pequena noiva de 12 anos posando para fotos de casamento com um homem que poderia ser seu avô, no Líbano, chocaram o mundo. Enquanto alguns pedestres se diziam enojados, outros parabenizavam o casal. Felizmente, tudo não passou de uma encenação, mas revela a realidade de milhares de crianças forçadas a abrir mão de sua infância.

A cena é uma iniciativa do grupo Kafa (que pode ser traduzido como 'basta'), que luta pelos direitos das mulheres no país. No Líbano, a idade legal para casar é 18 anos para homens e 17 para mulheres, mas com permissão dos pais a idade pode cair para 17, no caso dos homens, e apenas 9 anos para mulheres.

Atores vestidos de noivos chocaram as ruas do Líbano com casamento infantilReprodução Youtube

A campanha foi feita em pareceria com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) para cessar os casamentos infantis no país. Segundo o órgão, 37 mil crianças foram obrigadas a se casar diariamente em 2015.

"Algumas pessoas não sabem que a lei do Líbano permite o casamento infantil e outras não se preocupam com isso", afirmou Maya Ammar, porta-voz do grupo. "Decidimos fazer um vídeo sobre casamento infantil para chamar atenção para o assunto e ao mesmo tempo engajar as pessoas em uma cena bem diante dos olhos delas. A cena é chocante porque a prática é chocante", completou.

A campanha, que começou em dezembro de 2015, viralizou e tem cerca de 1 milhão e 900 mil visualizações no YouTube.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência