Brasil recupera cerca de R$ 10 milhões desviados pelo juiz Nicolau

Valor estava na Suíça e corresponde ao desvio de R$ 169 milhões da construção do TRT-SP

Por O Dia

Brasília - O governo brasileiro recuperou nesta terça-feira parte dos recursos públicos desviados pelo juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto e depositados em bancos suíços. Foram repatriados US$ 4,7 milhões, o que corresponde a R$ 10,7 milhões, oriundos de corrupção e desvio de R$ 169 milhões da construção do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região de São Paulo, na década de 1990. O valor será transferido para a conta única do Tesouro Nacional.

De acordo com o Ministério da Justiça, esse é o valor recorde já repatriado. Foram 13 anos de negociações entre o ministério e a Advocacia-Geral da União (AGU) com o governo suíço. A ação, segundo o ministério, foi considerada “um marco na atuação conjunta de órgãos do governo brasileiro no combate à corrupção e ao crime transnacional”, e representou um avanço na cooperação jurídica dos dois países.

O juiz aposentado responde por outros crimes em ações penais propostas pelo Ministério Público Federal envolvendo desvio de verbas públicas durante a construção do prédio do Fórum Trabalhista. Em valores atualizados, o rombo aos cofres públicos pode ter chegado a R$ 999 milhões.

Nicolau dos Santos Neto foi condenado por desvio de R%24 169 milhões da construção do Tribunal Regional de São Paulo%2C na década de 1990Reprodução Internet


Últimas de _legado_Brasil