Bando proíbe moradores de usar celular em comunidade na Baixada

Quadrilha impõe toque de recolher às 21h em bairros perto da antiga Estrada de Madureira

Por O Dia

Rio - Bandidos armados de fuzil e circulando de motocicletas estão intimidando moradores de bairros que ficam às margens da Avenida Abílio Augusto Távora (antiga Estrada de Madureira), em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Há alguns meses, conforme O DIA mostrou, eles proibiam até a entrada de entregadores de pizza, mas, agora, a nova ordem deles é obrigar pedestres a não falar ao celular próximo de pontos de bocas de fumo. O toque de recolher para moradores é às 21h.

Barricada foi colocada na Rua Virginio Tinoco%2C no Jardim Nova EraAgência O Dia

Barricadas de concreto, trilhos de trem e troncos de árvores foram colocados em ruas dos bairros Jardim Nova Era, Jardim Pernambuco, Grão Pará, Danon, Jardim Paraíso, Parque das Palmeiras e Dom Bosco. Na Nova Era, moradores se sentem acuados com um grupo de traficantes que se intitula ‘Bonde dos Cria’. Segundo eles, a quadrilha é composta por criminosos nascidos e criados na região.

“Se der uma volta pelas ruas do bairro, é possível ver boa parte delas com barricadas de concreto. Os traficantes fecham as vias e, como algumas são escuras, quem não conhece o local pode bater com o carro. Esse grupo ‘toca’ o terror”, disse morador, que pediu anonimato.

Taxistas evitam transportar passageiros para a área. Eles explicam que entrar nessas localidades com o vidro fechado e com o farol alto é muito perigoso, já que os bandidos querem ter o controle de quem entra e sai da comunidade. “Moradores ficam revoltados quando negamos viagem para esses bairros, mas não podemos arriscar”, conta o taxista Leo Aguiar.

O comandante do 20º BPM (Nova Iguaçu), tenente-coronel Almyr Cabral, vai mandar retirar as barricadas. “É preciso um planejamento cuidadoso para não pôr em risco os moradores”, informou o oficial.

Últimas de Rio De Janeiro