Motorista que provocou acidente na Ponte diz que 'foi tudo muito rápido'

Mulher despencou da Ponte após ser atingida por ônibus na Ponte Rio-Niterói

Por O Dia

Rio - O motorista do ônibus que provocou o acidente que culminou na queda de Isabel Cristina Anacleto, de 39 anos, da Ponte Rio-Niterói na manhã deste sábado disse que não teve tempo para desviar do carro da mulher, que estava parado no acostamento. A vítima despencou de uma altura de aproximadamente 30 metros. Ela quebrou o braço no acidente e vai passar por uma cirurgia.

"O carro dela enguiçou, e ela parou para fazer sinalização. Só que foi muito rápido. Quando eu vi que ela estava descendo do carro, eu já estava na faixa dela e tive que sair. Quando eu fui sair acabou que eu vi pegando outro veículo. Para não fazer um efeito dominó, entrei no meio dos dois, pegando ela e o carro”, disse o motorista ao RJTV.

O acidente aconteceu na Grande Reta, na pista sentido Niterói. Um barco de pescadores fez o resgate da vítima até a chegada do Grupamento Marítimo de Botafogo (1º GMar). Ela foi encaminhada para o Hospital municipal Souza Aguiar no Centro do Rio.

"Ela está bem e vai operar um dos braços", disse o irmão da vítima, Jorge Luiz Anacleto. No veículo estava a filha de Jorge e sobrinha de Isabel, Adriele, de 14 anos. Ela não se feriu no acidente e foi levada para casa por agentes da concessionária que administra a Ponte.

Últimas de Rio De Janeiro