Polícia Federal prende dois comissários de bordo acusados de contrabando

As mercadorias não haviam sido declaradas e foram apreendidas. Eles responderão pelo crime de tentativa de contrabando

Por O Dia

Rio - Dois comissários de bordo de uma companhia aérea dos Estados Unidos, de 25 e 46 anos, foram presos, nesta sexta-feira, no Aeroporto Internacional Tom Jobim pela Receita Federal e pela Polícia Federal quando desembarcavam de um vôo procedente de Miami/EUA transportando grande quantidade de celulares e acessórios escondidos em suas roupas e bagagens.

Comissários estavam com várias mercadorias escondidas e que não foram declaradas à Receita FederalDivulgação

Ao passar pelo controle alfandegário, os fiscais da Receita Federal descobriram que os comissários de bordo americanos tentavam entrar no país com aparelhos móveis de alto valor e equipamentos eletrônicos escondidos em suas malas e também sob seus uniformes. As mercadorias não haviam sido declaradas e foram apreendidas. Após revista minuciosa na Delegacia da PF no Aeroporto, foram encontrados mais celulares, telas, carregadores e fones de ouvido.

Um dos tripulantes presos trabalha há mais de 20 anos na mesma companhia aérea e disse que trazia os produtos para presentear parentes e amigos. Em novembro ele já havia sido multado pela fiscalização da Receita por trazer garrafas de vinho, tênis e dois telefones celulares.

Os presos foram conduzidos ao sistema prisional do estado e responderão pelo crime de tentativa de contrabando.

Últimas de Rio De Janeiro