Operação combate o tráfico de drogas no Jardim Catarina, em São Gonçalo

Já foram presos 20 dos denunciados e apreendidos sete menores. Liderados pelo 'Gordão', traficantes ameaçavam policiais residentes no bairro e região

Por O Dia

Rio - Uma megaoperação de combate ao tráfico de drogas é realizada nesta quinta-feira na comunidade Jardim Catarina, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. A ação, da Subsecretaria de Inteligência (SSINTE) da Secretaria de Segurança (SESEG), ocorre em parceria com a Polícia Civil e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público.

De acordo com a polícia, até o momento foram presos 20 dos denunciados e apreendidos sete menores. A operação, denominada "Amarante", tenta cumprir 37 mandados de prisão e 12 mandados de apreensão de adolescentes.

Após seis meses de investigação, agentes da SSINTE identificaram os integrantes da organização criminosa na comunidade em bairros vizinhos, como Guaxindiba, Itaoca e Trindade. Além do tráfico de drogas, os criminosos, sob o comando do traficante identificado como Shumaker Antonácio do Rosário, o “Gordão ou Shumaker”, ameaçavam policiais residentes no bairro Jardim Catarina e adjacências, chegando a estabelecer prazos para deixarem suas casas com suas famílias.

No ano passado, o soldado PM Dayvid Lopes Athanazio foi assassinado com mais de 30 tiros em uma emboscada no Jardim Catarina. O homicídio foi atribuído pela Polícia Civil à quadrilha liderada por “Shumaker”. Um delegado lotado à época na delegacia de Alcântara chegou a sofrer ameaças do bando. Integrantes da quadrilha também eram responsáveis por roubos de veículos e pedestres nos município de Niterói e São Gonçalo.

De acordo com as investigações, Shumaker divide o comando da quadrilha com os traficantes Telmo de Souza Capela e Tiago Rangel da Fonseca, o TH. A operação, que conta com mais de 250 policiais, é uma ação conjunta com a Polícia Civil e teve o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público.

Últimas de Rio De Janeiro