Polícia encontra laboratório de drogas de traficantes ligados a Beira-Mar

Material apreendido em sítio, em Itaguaí, seria enviado para favelas de Caxias. Prejuízo para o tráfico é de R$ 1,5 mi

Por O Dia

Rio - Um laboratório para refino de cocaína foi localizado, na tarde desta segunda-feira, em um sítio, em Santa Sofia, Itaguaí, município da Baixada Fluminense. Na ação da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), os policiais encontraram enterradas em tonéis armas e drogas.

Armas e material para refino de cocaína foram apreendidosDivulgação

Segundo investigação da especializada, o material seria destinado a abastecer as favelas Beira-Mar e Parque das Missões, ambas em Duque de Caxias, e renderia cerca de R$ 1,5 milhão para o tráfico daquelas localidades, que é administrado por comparsas do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar.

Na operação, foram apreendidos 40 quilos de cocaína em tabletes, dezenas de ampolas de adrenalina e morfina, amido de milho, éter e uma prensa hidráulica. Introduzida na cocaína pelas refinarias do tráfico de São Paulo, a adrenalina, quando misturada à droga, tem o poder de potencializar seu efeito alucinógeno.

Droga estava enterrada em tonéis%2C localizados por cães farejadores Divulgação

Os policiais também encontraram dois fuzis, sendo um de origem colombiana, o Galil 5,56, e outro que pode disparar munições de 7,62 milímetros, com poder de longo alcance, além de sete pistolas e carregadores de fuzil.

Últimas de Rio De Janeiro