Durante tiroteio em Manguinhos, bala vai parar dentro da creche da Fiocruz

Foram encontrados dois projeteis em campus da instituição na manhã desta terça-feira. Ninguém ficou ferido

Por O Dia

Rio - Durante um tiroteio, na manhã desta terça-feira, na favela de Manguinhos, Zona Norte da cidade, duas balas perdidas foram parar dentro do campus da Fiocruz, vizinha à comunidade. Segundo a assessoria de imprensa da instituição, os projéteis eram de uma pistola calibre 45. Um deles atingiu o telhado da creche da unidade. O outro acertou o para-brisa de um veículo.

"No caso da creche a bala caiu sem força, bateu no telhado e rolou para o chão. No segundo caso, o veículo estava estacionado ao lado da garagem do Serviço de Transportes. O servidor dono do veículo foi informado e já acionou o seguro do carro", informou a Fiocruz, em nota.

No Twitter, o pai de um dos alunos da creche da Fiocruz, identificado apenas como Gustavo (?@parrudorjjc), também falou que a bala acertou o telhado da unidade. "Chegou sem força e acertou um telhado", afirmou para O DIA 24 Horas (@odia24horas).

LEIA MAIS:

Tiroteio em favelas deixa homem morto e mais de 600 crianças sem aula

Bandido invadiu sala de escola da Zona Norte e disse à professora: 'Vai morrer'

Ainda de acordo com a Fiocruz, as ocorrências foram registradas apenas internamente e, "como não houve vítimas, não há necessidade de registro externo em delegacia".

Em nota, o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Manguinhos disse que policiais da unidade estavam em patrulhamento, na localidade conhecida como Coréia, quando se depararam, por volta das 9h, com criminosos armados. Eles realizaram disparos contra os policiais, que revidaram, dando início ao confronto. Os bandidos conseguiram fugir. No momento, policiais realizam buscas na comunidade.

Últimas de Rio De Janeiro