Mulher morre após ser atingida por bala perdida no Complexo do Alemão

Um homem, cuja identificação ainda é desconhecida, também foi baleado no conjunto de favelas neste domingo. Estado de saúde dele é desconhecido

Por O Dia

Rio - Uma mulher morreu depois de ser atingida por uma bala perdida, no Complexo do Alemão, Zona Norte da cidade, no final da tarde deste domingo. Baleada na Rua Novo Paraíso, Roseli Santos de Jesus, 31 anos, foi socorrida por moradores e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) local, porém não resistiu aos ferimentos.

Durante um confronto ocorrido no conjunto de favelas, um homem, cuja identificação ainda é desconhecida, foi baleado. Ele também foi levado à UPA e não há informações de seu estado de saúde.

O comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Fazendinha disse, através de nota, que policiais foram recebidos a tiros por criminosos armados, por volta das 18h, numa localidade conhecida como Estofador. Eles revidaram, dando início ao confronto, onde Roseli e o homem foram feridos.

Viaturas da PM em frente à UPA do AlemãoWhatsApp O DIA (98762-8248)

Pouco depois, um grupo iniciou um protesto em frente à base avançada da UPP, na região do ‘Campo do Seu Zé,’ e objetos foram arremessados contra os agentes que estavam no local. Um policial sofreu um corte na cabeça e recebeu um curativo na UPA. O policiamento na região foi reforçado por militares de outras UPPs, do Grupamento de Intervenção Tática (GIT) das UPPs e do Batalhão de Choque (BPChoque).

O caso foi encaminhado à Delegacia de Homicídios da Capital (DH-Capital), que instaurou um inquérito para apurar as circunstâncias da morte de Roseli. Uma perícia foi realizada no local.

Últimas de Rio De Janeiro