Karol Conka relata caso de assédio em hotel: 'Acabei dando na cara dele'

Em vídeo, cantora disse que um hóspede passou a mão em duas mulheres

Por O Dia

Karol Conka falou sobre caso de assédio no SheratonReprodução Instagram

Rio - A cantora Karol Conka relatou um caso de assédio sofrido por duas mulheres, no Hotel Sheraton, em São Conrado, Zona Sul do Rio. Em vídeo publicado no Instagram, na noite desta segunda-feira, a artista contou que um hóspede passou a mão nas vítimas e afirmou que os representantes do hotel não tomaram uma atitude para resolver o caso. Karol disse que deu um soco no homem e que foi criticada por sua atitude.

"A gente está no Sheraton, curtindo o final de trabalho, para chegar os gringo aqui e chamar as meninas de p*** e passar a mão nelas. É o dia inteiro, é todo dia isso. Agora eu acho que a medida que tinha que ser tomada pelo Sheraton é a seguinte: o cara passou a mão nas meninas, fez gesto obsceno, tira o cara do local, que está todo mundo curtindo, e vai resolver pra lá. Mas estão aqui, tranquilamente, só falta dar beijinho na testa do tarado", ironizou a cantora.

Karol destacou que os casos de assédio não podem ficar impunes. "Quando você se cala diante de uma situação de abuso ou agressão, você é cúmplice. Então quando você vir uma situação dessa, reaja, faça alguma coisa, não fique do lado do agressor", finalizou a cantora.

Procurada pelo DIA, a assessoria de imprensa do Sheraton explicou que, assim que os representantes do hotel foram informados sobre o assédio, o segurança do local foi acionado.

"A segurança dos hóspedes é sempre uma das maiores prioridades do  Sheraton Grand Rio Hotel & Resort. Rejeitamos qualquer assédio. Assim que fomos informados sobre o incidente, chamamos a segurança local e prontamente nos oferecemos para entrar em contato com as autoridades. Permanecemos disponíveis para ajudar", completou.

Últimas de Rio De Janeiro