Com repentinas mudanças no tempo, cariocas ficam sem saber o que vestir

Temperatura máxima chega aos 27 graus e miníma fica em 16 graus neste sábado. Amanhã, oscila entre 30 e 17 graus

Por O Dia

Rio - Sol forte e, logo depois, muitas nuvens e pancadas de chuva. Frio forte e seco poucas horas depois. Tudo isso no mesmo dia. Essas mudanças repentinas do clima está deixando cariocas apreensivos para sair de casa desde quarta-feira. Como na canção de Noel Rosa, moradores do Rio se perguntam diariamente neste início de junho: ‘Com que roupa eu vou?’. É preciso sair com óculos de sol, guarda-chuva, camisa sem manga e casaco. E alternar tudo várias vezes por dia.

Miguel%2C de 87 anos%2C conta que só sai de casa com um agasalhoJoão Laet / Agência O Dia

De acordo com o Instituto Climatempo, uma frente fria na costa do Sudeste ajuda a aumentar a instabilidade sobre o Estado do Rio. “No sábado (hoje), o tempo não fica fechado por completo. O sol abre ao longo do dia intercalando períodos de céu nublado e pode chover a qualquer hora. Já a madrugada e manhã de amanhã podem ser de chuva forte. A tarde será marcada por muitas nuvens e pequenas aberturas de sol”, explica a meteorologista Fabiana Weykamp.

A temperatura máxima para hoje é de 27 graus e a mínima, 16 graus. Para o domingo, os termômetros devem subir um pouco, oscilando entre 30 e 17 graus.

Para o aposentado Miguel Diamantes, 87 anos, o importante é se prevenir para qualquer tempo. “Os idosos sentem mais frio. Para evitar o resfriado eu coloco o agasalho”, conta Miguel, ao sair para andar no Arpoador. As mudanças repentinas devem continuar até o início da semana.

Reportagem da estagiária Juliana Prado

Últimas de Rio De Janeiro