Projeto usa Rio Guandu para aulas de stand up paddle, canoagem e mergulho

Todas as atividades fazem parte do projeto social 'Remar é Preciso'

Por O Dia

Rio - As águas do Rio Guandu têm importância fundamental no abastecimento da Região Metropolitana do Estado do Rio. Desde o início do ano, porém, cerca de 50 crianças e adolescentes também têm aproveitado as manhãs de domingo para aulas de canoagem, mergulho e stand up paddle, que são realizadas na altura do bairro Nova Belém, em Japeri. As atividades fazem parte do projeto 'Remar é Preciso'.

Canoagem e mergulho no Rio GuanduDivulgação

Comandado por Afonso Urbieta, em parceria com a Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer de Japeri, o projeto 'Remar é Preciso' nasceu quando o próprio professor voava sobre a região. Sim, ele também é instrutor de voo livre. "Vi que o local era bonito e percebi que a canoagem seria importante para as crianças e adolescentes", lembra.

Conforme Urbieta, as aulas têm servido para que os alunos conheçam melhor todas as particularidades do Rio Guandu, além de garantir hábitos mais saudáveis e disciplina. "Eles ficam mais disciplinados e obedientes e ainda podem levar toda experiência para dentro de casa. Agora, dentro do projeto, vou introduzir a leitura", destaca.

Empolgado, o instrutor acrescenta que, junto com a Prefeitura de Japeri, também vai viabilizar o primeiro festival de caiaque slalom. "Será o primeiro no Estado do Rio. Nosso projeto é tão conhecido que vem gente de Duque de Caxias e até amigos franceses e americanos para acompanhar nossas aulas", entrega.

Últimas de Rio De Janeiro