Alunos da rede pública de Volta Redonda estão no Japão para Mundial de Robótica

A competição acontece em Nagoya e os campeões serão anunciados no próximo domingo, dia 30 de julho

Por O Dia

Rio - Cinco estudantes de Volta Redonda estão no Japão para representar o Brasil no Campeonato Mundial de Robótica — o torneio acontece na cidade de Nagoya e os campeões serão anunciados no próximo domingo, dia 30 de julho. Alunos da Escola Municipal Rubens Machado, no bairro Verde Vale, eles fazem parte da equipe Jaguar Baby. O quinteto fantástico concorre na categoria Dança de Robôs.

Formada por Thiago Leite, de 13 anos, Bianca Romero, Laís Soares Lopes, Lucas Roberto Moreira e Hiago Nascimento, todos de 14, a equipe brasileira participa, hoje, de entrevista técnica e ainda realiza uma demonstração dos robôs. Amanhã e sábado vão acontecer as apresentações, que levam cinco minutos — durante dois minutos, a Jaguar Baby precisa interagir com as máquinas por meio de coreografia musicada.

Alunos de escola municipal participam de mundial de robóticaDivulgação

Empolgados com a ida ao Japão, os alunos de Volta Redonda acreditam que podem voltar ao Brasil com uma boa colocação na bagagem. É o que pensa, por exemplo, Laís Soares Lopes. “Estamos dando o nosso melhor para dar tudo certo. Não chegamos aqui à toa. Foi muito trabalho e dedicação”, avalia a jovem.

Mais pé no chão, Bianca Romero conta que estar no torneio já é, em si, uma grande realização. Ela ainda destaca que principal objetivo é adquirir experiência acadêmica e de vida. “Já somos vencedores, mesmo sem ganharmos o troféu. Estou bastante satisfeita do nosso grupo”, ressalta.

Opinião parecida tem Lucas Roberto Moreira, que adianta que pretende absorver o máximo possível de conhecimento e aprendizado. “Espero que seja uma boa competição, assim como foram as outras que disputamos. Só de conhecer a cultura deles fico contente”, valoriza.

Os alunos de Volta Redonda conquistaram o direito de participar do torneio após obterem o primeiro lugar na Competição Latino Americana e Brasileira de Robótica — categoria OnStaged, em que os robôs precisam realizar performance de dança. A conquista foi em 2016, no Recife.

Últimas de Rio De Janeiro