Contraponto

Por O Dia

Secretário-executivo do Sindicato Nacional dos Auditores e Técnicos Federais de Finanças e Controle (Unacon Sindical), Bráulio Santiago Cerqueira, contesta relatório do Tesouro Nacional que aponta que a União está "quebrada". O parecer do Tesouro aponta que faltariam mais de R$ 2 trilhões para a União arcar com gastos de curto e longo prazo. Bráulio observa à Coluna que, mesmo em meio à crise, o Tesouro não teve nenhuma dificuldade para se refinanciar nos últimos anos. "Além disso, o caixa do Tesouro é recorde: tem mais de R$ 1 trilhão e só não gasta isso porque tem a regra de teto de gastos e meta de resultado primário", acrescenta.

Previdência

Bráulio Cerqueira, auditor da Secretaria do Tesouro, também é autor de estudo sobre a Previdência no qual aponta que a reforma em discussão na Câmara "não constitui exigência demográfica ou fiscal, muito menos escolha promissora econômica".

Lavagem

A Rede Nacional de Laboratórios de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro identificou, nos últimos anos, mais de R$ 44 bilhões com indícios de ilicitude.

Bloqueio

A Rede-LAB é vinculada ao Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI), da Secretaria Nacional de Justiça, que atuou no bloqueio de mais de R$ 825 milhões (US$ 250 milhões) no exterior em 2017 - desviados em casos de corrupção e lavagem de dinheiro.

Incitação

O PT acionou o Ministério Público Federal para "apurar a conduta" do vereador Clovis Bavaresco (PP-RS) que comentou, em tom provocativo, o assalto sofrido pela deputada Maria do Rosário (PT-RS) em 28 de dezembro.

Na carne

O vereador Bavaresco, por meio de uma rede social, escreveu: "Não a maltrataram? Não a estupraram com violência? Não mataram nenhum parente dela? Que pena! Ela deveria sofrer na carne". O PT também vai denunciar o vereador na Câmara de Taquari (RS), onde ele cumpre mandato.

Modelo sueco

Enquanto deputados que vivem em apartamentos funcionais reclamam da burocracia para resolver problemas cotidianos de encanamento e parte elétrica, João Derly (Rede) defende um modelo "mais sueco", porém não menos brasileiro para ocupar esses imóveis.

República

Na Suécia, os deputados vivem em acomodações de até 40m² e dormem em sofás-cama. Bem diferente dos grandes apartamentos localizados em área nobre de Brasília. O deputado defende que "haja reaproveitamento" e que um imóvel possa ser dividido por dois ou até três deputados.

Dia seguinte

Independente do andamento do primeiro dia de julgamento do ex-presidente Lula, no TRF-4, em Porto Alegre, marcado para o dia 24, o PT já tem agenda para o dia seguinte: vai reunir a Executiva Nacional do partido para reafirmar a candidatura de Lula à Presidência.

Impunidade

O Movimento Vem Pra Rua também está convocando a militância para se manifestar no dia 24, mas em São Paulo. O grupo ainda não divulgou a lista de cidades onde haverá mobilização. Na convocação o movimento afirma que a condenação de Lula marcará o fim da impunidade no Brasil.

Leitor

Aos leitores da Coluna, feliz Dia do Leitor, celebrado neste domingo, 7 de janeiro.

Ponto Final

"O Bolsa Família foi deturpado para favorecer eleitoralmente os governos do PT e do PMDB". Do senador Álvaro Dias (Podemos-PR)

Comentários