O DIA nos 30 anos do Sambódromo: Clóvis Bornay em 2002

Aniversário da Passarela inspira série com fotografias históricas do arquivo do jornal

Por O Dia

Rio - Hoje é dia de lembrar o inesquecível Clóvis Bornay na nossa série. Figura lendária do Carnaval, foi museólogo, carnavalesco de escolas como Portela, Mocidade e Unidos de Lucas, gravou disco de marchinhas e ainda participou do clássico ‘Terra em Transe’, dirigido por Glauber Rocha.

No entanto, Bornay se eternizou mesmo como destaque de luxo e protagonista absoluto dos bailes do Theatro Municipal e dos tradicionais concursos de fantasias do Hotel Glória. Clóvis Bornay — que na foto aparece no desfile de 2002 da Unidos do Porto da Pedra — também brilhou muitas vezes no Sambódromo.

Ele morreu em 2005, aos 89 anos, vítima de insuficiência respiratória.

Lenda do Carnaval%2C Clóvis Bornay desfilou em 2002 na Porto da PedraMárcio Mercante / 11.02.2002 / Agência O Dia


Últimas de Carnaval