'O Outro Lado do Paraíso': Clara põe em prática seu plano de vingança

A mocinha vai à forra contra a sogra, a cunhada, o ex-marido e o juiz após fugir do manicômio

Por O Dia

Rio - Tudo o que você der, você recebe. É uma lei natural. O que a gente planta, a gente colhe, né? Se não colhe aqui, colhe em outras vidas. Eu acredito nisso”, afirma Bianca Bin, a intérprete da personagem Clara, de ‘O Outro Lado do Paraíso’, da Globo. Nos próximos capítulos, a jovem herdará uma fortuna de aproximadamente R$ 150 milhões e se vingará de todos que destruíram sua vida.

Bianca Bin é a mocinha Clara em 'O Outro Lado do Paraíso'Divulgação

DOPADA

Tudo começa quando Lívia (Grazi Massafera) dopa a mocinha, que apresenta sinais idênticos de uma pessoa louca. A internação é arquitetada com a ajuda do médico Samuel (Eriberto Leão), cúmplice de Sophia (Marieta Severo). A matriarca da família então fica com a guarda do filho de Clara e a posse do direito de garimpar as esmeraldas nas terras da heroína.

Internada em uma clínica isolada em um penhasco, Clara tem um só consolo: a companhia de Beatriz (Nathalia Timberg), uma mulher culta e rica. Beatriz foi abandonada nessa clínica pela neta, Fabiana (Fernanda Rodrigues). Durante os dez anos que fica no local, Clara vira amiga e confidente da madame e aprende idiomas, história da arte, literatura. A ricaça ajuda Clara no plano de vingança e antes de morrer divide com a nova amiga seu maior segredo. A dondoca revela que é dona de uma fortuna escondida num fundo falso de sua residência no Rio de Janeiro: três telas autênticas de Picasso, Toulouse Lautrec e Van Gogh. Cada uma estimada em R$ 50 milhões. Seus únicos bens que ficaram a salvo da ganância da neta.

SEGREDO

Antes de morrer, Beatriz explica onde escondeu as telas e escreve uma carta para seu sobrinho-neto, Patrick (Thiago Fragoso), o verdadeiro mocinho, para que ajude Clara a vender as obras e concretizar o plano de vingança. Clara foge da clínica e consegue um emprego como empregada doméstica de Fabiana, a neta da sua tutora.

“Meu signo é virgem, meu ascendente é escorpião, que é um signo que tem uma característica vingativa. Mas não me considero uma pessoa tão vingativa. Se a gente recebe violência, se a gente recebe ódio e devolver com a mesma coisa, isso só vai se multiplicar. Eu estou de passagem aqui, a única certeza que eu tenho. Isso aqui vai acabar. Então, quero passar da melhor forma possível. Quero levar o meu trabalho com leveza”, conta a atriz.

Com os quadros em mãos, Clara procura Patrick, que só acredita na menina quando lê a carta da tia-avó. O advogado a ajuda a vender as telas e pede a revisão do processo de interdição da mocinha para a juíza Raquel (Erika Januza). Após ser avaliada por uma junta médica e ser liberada, Clara coloca em ação o plano para destruir o delegado Vinícius (Flavio Tolezani), o juiz Gustavo (Luis Melo), o médico Samuel, Renato (Rafael Cardoso), Lívia, Gael (Sergio Guizé) e Sophia.

Últimas de Televisão