Ruschel e Henzel chegam ao Brasil nesta terça e Neto pode embarcar na quinta

Sobreviventes do voo da Chapecoense continuam quadro de evolução

Por O Dia

Santa Catarina - Após Follmann chegar no território brasileiro nesta terça-feira, mais dois sobreviventes da queda do voo da Chapecoense, que caiu na Colômbia no fim de novembro, vão retornar ao país natal. Alan Ruschel e Rafael Henzel vão chegar ao Brasil no começo da noite. Paciente em estado mais grave, Neto também vem evoluindo. O zagueiro está mais com pneumonia, deixou a UTI do hospital de Rio Negro na noite de segunda e agora está na unidade semi-intensiva e também já começa a ter sua transferência planejada.

Neto segue evoluindo e já tem previsão de retorno ao BrasilDivulgação

"A nossa expectativa é para quinta-feira. Agora, a gente começa um novo processo. Já conversei com um comandante da FAB (Força Aérea Brasileira), veio um representante do Ministério da Saúde, que veio para a Colômbia também com a FAB. A gente vai começar a coordenar isso. Hoje (terça-feira) eu pedi uns exames. A gente fez uma tomografia de tórax no Neto ontem (segunda) para ver como estava a situação pulmonar dele. Ele está bem, nenhum sinal de pneumonia em imagem. Uma boa expansão pulmonar. Eu vou discutir essa tomografia para ver se existe algum resíduo de pneumotórax. Parece que existe um pequeno pneumotórax, um pouco de ar no pulmão e talvez nós tenhamos que passar um dreno por causa do transporte. Mas a previsão, se tudo continuar bem, na quinta pela manhã nós voltamos para casa (...). As coisas estão caminhando para ser uma aeronave da FAB que, provavelmente, irá nos levar para o Brasil", afirmou o  médico da Chapecoense, Edson Stakonski, em entrevista ao Sportv.

Edson Stakonski revelou o clima em que Alan Ruschel e Rafael Henzl deixaram a Colômbia. Os dois viajaram acompanhados das suas esposas e do médico Carlos Mendonça, representante da Chapecoense, além de toda a equipe médica da FAB. 

"O Rafael e o Alan estavam ansiosos. Eles estavam bem, um pouco tensos com toda essa logística de transferência, um pouco preocupados, mas estavam bem confiantes e felizes com a volta para casa. Clinicamente eles estão bem, com uma condição estável. A gente conseguiu deixar eles bem estáveis. O transporte deve ser bem tranquilo. O avião da FAB é bem estruturado, e eles devem chegar muito bem ao Brasil", disse.

Últimas de Esporte