Em jogo emocionante, Vasco bate o Flamengo por um ponto pelo NBB

A pedido da PM, partida foi realizada sem torcida na Arena da Barra

Por O Dia

Rio - Em uma partida emocionante nos minutos finais, o Vasco conseguiu terminar à frente do placar e venceu o clássico contra o Flamengo por 78 a 77 neste sábado, na Rio Arena, pelo Novo Basquete Brasil (NBB). Foi o primeiro duelo entre as equipes na história da competição e aconteceu com portões fechados a pedido da Polícia Militar do Rio, por falta de segurança.

Americano Jackson é marcado por Olivinha na partidaThiago Moreira/Vasco.com.br

Em quadra, os times fizeram um jogo duro, de forte marcação e muitas reclamações. No minuto final da partida, com o placar se alternando, Marquinhos, do Flamengo, levou falta técnica e foi excluído da partida.

O Vasco conseguiu segurar mais o nervosismo e venceu graças a ótima atuação de Nezinho, que fez 22 pontos. Hélio, com 16, e Murilo, com 14 pontos e oito rebotes, também se destacaram. Pelo lado do Flamengo, o principal nome foi justamente o de Marquinhos, que fez 27 pontos e deu cinco assistências. Olivinha, com 14 pontos e 17 rebotes, conseguiu um "duplo-duplo"

O duelo, que teve mando do Vasco, estava inicialmente programado para acontecer no dia 18 de dezembro, mas não havia nenhum ginásio à disposição no Rio quatro meses após a realização dos Jogos Olímpicos. Com o Maracanãzinho abandonado, a primeira opção foi a Rio Arena, que na época estava alugada para outro evento.

Quando a nova data e o local do duelo foram definidos, em 7 de janeiro, a Polícia Militar foi informada por meio de ofício enviado pelo Vasco, mas alegou que não teria efetivo para o clássico.

Essa é a primeira temporada do Vasco na elite do basquete brasileiro desde que voltou a ter um time profissional, enquanto que o Flamengo é o atual tetracampeão nacional. No Campeonato Carioca, os duelos entre eles já foram cercados de problemas. No primeiro turno, o jogo com mando do Fla teve torcida única no ginásio do Tijuca Tênis Clube, mas os rubro-negros se confrontaram com a Polícia Militar.

Na final do Estadual, tanto o primeiro jogo, na Gávea, quando no segundo, em São Januário, aconteceram sem torcida. O jogo 3 precisou ser adiado à espera de uma definição de local e esquema de segurança e acabou sendo marcado para o Tijuca, com torcida única do Flamengo. O Vasco reclamou falta de garantias de segurança e não apareceu para a decisão, entregando o título de bandeja ao Fla por W.O..

Com informações do Estadão Contéudo

Últimas de Esporte