Jogadores de futebol americano são punidos após acusação de abuso sexual

Dez atletas da Universidade de Minnesota estariam envolvido em crime

Por O Dia

Estados Unidos - O Super Bowl foi nesse domingo, mas um suposto crime vem tomando a atenção dos fãs de futebol americano. Dez jogadores da Universidade de Minnesota foram acusados de abuso sexual. Quatro atletas foram identificados e expulsos da universidade, enquanto dois foram suspensos por um ano. Outros jogadores acabaram livres de punições pesadas. As informações foram divulgadas pelo "New York Times".

Dez jogadores do Minnesota Golden Gophers estão envolvidos no casoDivulgação

A vítima acusa os jogadores de ter sido  forçada à ter relações sexuais com vários jogadores de futebol logo após a vitória do Minnesota Golden Gophers sobre o Oregon State, em 2 de setembro do ano passado. A mulher trabalhava na equipe de organização do estádio TCF Bank, que recebeu a partida. Ela alega ter sido abusada sexualmente em um apartamento fora do campus universitário.

O treinador da equipe do Minnesota Gophers, Tracy Claeys, foi demitido após apoiar o boicote de seus atletas pela suspensão. Assim, todos os jogadores envolvidos devem informar a entidade se vão recorrer às decisões.

A Universidade de Minnesota ainda não se manifestou sobre o caso e alega não poder comentar no momento por questões das leis de privacidade e preservação dos jogadores.


Últimas de Esporte