Clube do atacante Marcelo Moreno é suspeito de manipular resultado de partida

Federação abriu inquérito para investigar jogo e agressão sofrida pelo juiz

Por O Dia

China - Uma partida entre o Wuhan Zall, time do ex-atacante do Flamengo e Grêmio Marcelo Moreno, e o Boading Yinglo Yitong virou polêmica na China. A federação de futebol local abriu, na última terça-feira, investigação sobre uma possível manipulação do resultado, fato levantado pelo presidente do Boadiang. Além disso, uma agressão sofrida pelo árbitro, válido pela segunda divisão do país, também será alvo do inquérito.

No sábado, o juiz marcou pênalti aos 52 minutos da etapa final, que foi convertido por Marcelo Moreno. O time do boliviano perdia por 2 a 1, em casa, e garantiu o empate com a penalidade máxima.

O resultado do jogo provocou a ira dos torcedores adversários, que arremessaram diversos objetos em direção ao árbitro do jogo. De acordo com o jornal chinês 'Beijing News', o juiz ainda sofreu agressões do vestiário.

Em entrevista coletiva após o duelo, o presidente do Boading Yingli Yitong, Meng Yondli, chorou e afirmou que o resultado da partida teria sido manipulado contra a sua equipe. O dirigente ainda reuniu os jogadores para informar que tiraria o time do campeonato e, pouco depois, renunciou ao cargo alegando motivos pessoais.

A federação chinesa já abriu inquérito sobre todos os acontecimentos da partida, mas não deu prazo para o final da investigação.

Últimas de Esporte