Ataque demolidor! Chile goleia a Bolívia e termina em primeiro lugar no grupo A

Seleções adversárias já entraram em campo classificadas

Por O Dia

Chile - Após o empate com o México e a prisão de Vidal, o Chile teve a sua redenção nesta sexta-feira. O meia da Juventus esteve em campo, foi muito aplaudido antes da partida, não deixou a sua marca, mas os donos da casa derrotaram a Bolívia por 5 a 0 e garantiram a primeira colocação do grupo A na Copa América. O placar elástico provou a força do ataque chileno que anotou dez gols em três partidas na competição.

Nas quartas de final, o Chile terá pela frente o melhor terceiro colocado da competição. Já a Bolívia vai enfrentar o segundo colocado do grupo C, que é o grupo do Brasil. Além da Seleção, os bolivianos podem encarar Venezuela ou Colômbia ou Peru.

Chile derrotou a Bolívia e ficou na primeira posição do grupo AEfe

O JOGO

Com o apoio da torcida, o Chile começou a partida contra a Bolívia em um ritmo alucinante. Com apenas um minuto de jogo, os donos da casa já estavam vencendo. Medel fez belo lançamento para a área, Vargas ajeitou e Aránguiz bateu forte para abrir o placar para a Roja.

FOTOGALERIA: Chile massacra a Bolívia e fica em primeiro no grupo A

Na frente do placar, os chilenos seguiam dominando e criando boas jogadas, principalmente em lances de bola parada. Duas faltas cobradas por Alexis Sánchez assustaram o goleiro Quiñonez. Na primeira, a bola passou perto do gol, mas foi para fora. Na segunda, ela explodiu na trave.

No fim do primeiro tempo, o Chile ampliou. Alexis Sánchez começou a jogada e abriu para Valdívia. O meia do Palmeiras cruzou na medida para o atacante do Arsenal, que deu um belo peixinho para o fundo das redes.

Torcida chilena comemorou vitória sobre a BolíviaEfe

A segunda etapa começou da mesma maneira, com o Chile dominando. Com muita posse de bola e sem forçar muito, os donos da casa chegaram ao segundo gol aos 20 minutos. Matías Fernández tocou para Henríquez que cruzou para Aránguiz. O jogador dominou se livrando do marcador e bateu para vencer Quiñonez, fazendo o seu segundo gol no confronto.

Com uma vantagem bem grande, o Chile passou a administrar ainda mais a partida. Só que houve tempo para mais gols. Medel aproveitou a chance que teve e fez o quatro. Antes do fim, Ronald Raldés colocou contra o patrimônio e fechou o massacre chileno.

FICHA TÉCNICA
CHILE 5x0 BOLÍVIA

Local: Estádio Nacional, em Santiago (CHI)
Árbitro: Andrés Cunha (URU)
Auxiliares: Mauricio Espinosa (URU) e Carlos Pastorino (URU)
Público: 45601 presentes
Gols: Aránguiz (2'/1°T), Sánchez (37'/1°T), Aránguiz (20'/2°T), Medel (30'/2°T), Raldes (contra, 42'/2°T)
Cartões amarelos: Morales (BOL), Coimbra (BOL), Chumacero (BOL)
Cartões vermelhos: -

CHILE: Bravo, Isla, Jara (Pizarro) , Medel e Beausejour; Díaz, Aránguiz, Vidal (Matías Fernández, intervalo) e Valdivia; Vargas e Sánchez (Henríquez, intervalo). Técnico: Jorge Sampaoli

BOLÍVIA: Quiñónez, Rodriguez (Bejarano, intervalo), Raldes, Coimbra e Morales; Veizaga (Miranda, intervalo), Chumacero, Dalence e Pablo Escobar (Lizio, 16'/2°T); Pedriel e Marcelo Moreno. Técnico: Maurico Soria


Últimas de _legado_Copa América