Erazo considera jogo contra Honduras um dos mais importantes da carreira

Seleção precisa da vitória para se manter viva no Mundial

Por O Dia

Curitiba - O zagueiro equatoriano Frickson Erazo garantiu nesta quinta-feira, um dia antes da decisão contra Honduras para continuar com chances de seguir na Copa do Mundo, que esta será uma das partidas mais importantes de sua vida. O jogador do Flamengo tem consciência de que o duelo contra os centro-americanos tem uma importância vital.

Por isso, Erazo reconheceu em entrevista na zona mista, depois do treino do Equador, que viverá um momento único na Arena da Baixada, em Curitiba.

Erazo vê duelo com a Honduras como jogo da vidaReuters

"Será uma das partidas mais importantes da minha vida. É Copa do Mundo. A vitória nos deixará em uma posição muito boa para chegar as oitavas", disse o zagueiro do Flamengo.

VEJA MAIS: Confira a tabela e a classificação da Copa do Mundo

"Vamos com a mentalidade de vencer, de buscar o nosso jogo e conseguir a classificação. Sabemos que a vitória nos deixará em uma situação muito favorável. É preciso pensar na vitória desde o primeiro minuto, com muita inteligência", acrescentou.

O clima poderá influenciar no resultado. O Equador treinou em Viamão, no Rio Grande do Sul, onde as temperaturas são mais parecidas com o frio de Curitiba. Com isso, os sul-americanos podem ter uma vantagem em relação ao conjunto hondurenho, que fez sua preparação em Porto Feliz, no interior de São Paulo, onde a temperatura estava em torno dos 30 graus.

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

"Estamos acostumados com o frio. Acho que aqui não faz calor. É uma partida chave e vai fazer frio para as duas equipes. Não acho que isso seja uma vantagem. Não deixa de ser futebol. Honduras é uma equipe que se aclimatou muito bem e não teve problemas. Na parte futebolística, eles vêm se esforçando nos amistosos. Nós vamos fazer nosso trabalho e buscar a vitória", declarou.

Por fim, o zagueiro equatoriano deixou claro que será fundamental estar muito atento ao jogo aéreo: "eles são muito fortes nesse fundamento e precisamos ter muito cuidado", concluiu.

Últimas de _legado_Copa do Mundo