Por bferreira

Rio - Ainda com futuro indefinido para a temporada de 2017, o atacante Fernandinho não esconde de ninguém que quer ficar no Flamengo, onde vem se destacando com gols importantes e fazendo boas partidas. O clube da Gávea já iniciou entendimentos com o Grêmio, dono do passe do atacante, mas até agora não há uma definição.

Apesar do desejo, Fernandinho não quer se envolver na situação: "Minha vontade é ficar aqui. É onde eu estou reencontrando meu bom futebol, tendo oportunidades e jogando em alto nível. Estou feliz com o trabalho do grupo e da diretoria. Mas tenho vínculo com o Grêmio e cabe às diretorias entrarem em acordo", afirmou.

Fernandinho participou da atividade pela manhãGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Perguntado sobre ser um jogador que entra mais no segundo tempo do que começa como titular, Fernandinho diz que não se preocupa: "Não é algo que me incomoda. Meu objetivo é começar jogando, trabalho para isso. Estou à disposição do treinador. Se ele achar que eu tenho de iniciar, vou dar o melhor. Se entrar no segundo tempo também vou estar feliz e se não entrar vou seguir buscando o espaço. Nesse momento é preciso de todos", afirmou.

O atacante rubro-negro lembrou que o time jogou bem contra o Atlético Mineiro, mas ressaltou que o próximo adversário, o Botafogo, está em grande fase: "A equipe do Botafogo evoluiu e encontrou uma forma de jogar. Marca bem e sai rápido para o contra-ataque. Vamos manter a pegada e determinação, sem a bola marcando forte e com ela ter calma para armar o ataque com efetividade. Fizemos uma excelente partida contra o Atlético. Não podemos deixar passar o que fizemos de bom. Pegar os pontos positivos dessa partida e levar para as últimas para conquistarmos o objetivo", revelou.

Apesar de estar cinco pontos atrás do líder Palmeiras e o campeonato estar na reta final, Fernandinho lembra que a diferença era maior e que o grupo se animou: "Melhorou o clima. Um ponto faz muita diferença. Objetivo nosso é diminuir a cada jogo para chegar no final e conquistar aquilo que o nosso torcedor espera e merece", encerrou o atacante.

Para não dar pistas ao Botafogo, o técnico Zé Ricardo fechou o treinamento desta manhã e não antencipou a escalação para o clássico das 17h deste sábado.

Você pode gostar