Sucesso nas finanças: Títulos públicos

Tesouro Direto é um programa de venda de títulos públicos a pessoas físicas

Por O Dia

Rio - Títulos Públicos são aqueles emitidos pelos governos federal, estadual e municipal, com o objetivo de captar recursos para financiar as atividades públicas. São ativos cujo rendimento pode ser dimensionado no momento da aplicação, ao contrário dos de renda variável, como ações, por exemplo, cujo retorno não pode ser estimado no instante da aquisição. São considerados de menor risco por serem garantidos pelo governo.

Por Carlos Roberto F. Araújo

PERGUNTA E RESPOSTA

“Tenho uma filha de sete anos e daqui a oito anos a levarei junto com minha esposa para a Disney. Preciso de cerca de R$ 15 mil. Se eu aplicar hoje R$ 5 mil em títulos do Tesouro Nacional com vencimento próximo da data conseguirei meu intento?”

Tulio, Rocha Miranda

Olá, Tulio. O histórico de instabilidade econômica no Brasil concentrou a poupança no segmento de renda fixa nas últimas décadas. As incertezas relacionadas ao comportamento do câmbio, inflação e resultados fiscais do governo contribuíram para a manutenção das taxas de juros em patamares elevados, fazendo com que os investidores aplicassem a prazos extremamente curtos.

O cenário, razoavelmente estável nos últimos anos, com redução de riscos, permitiu que os investidores considerassem aplicar em renda fixa, a prazos maiores e a diferentes tipos de remuneração, com o objetivo de auferir maiores ganhos. Isso atraiu o pequeno investidor para os Títulos do Tesouro.

Por isso, aconselho a conhecer o Tesouro Direto, que é um programa de venda de títulos públicos a pessoas físicas, desenvolvido pelo Tesouro Nacional, em parceria com a BM&FBovespa. Trata-se de uma ótima opção para quem quer investir com alta rentabilidade, segurança e liquidez, além de facilitar a vida do interessado, pois as transações podem ser feitas pela internet. Basta possuir CPF e ter conta corrente em alguma instituição financeira.

Se fizermos uma simulação com as informações fornecidas, no caso de você aplicar hoje em títulos NTNB a quantia de R$ 4.994 a uma taxa de 10,82%, você teria, em 15 de agosto de 2020, R$ 11.360,40. Por isso, para atingir seus objetivos, você precisaria aplicar, no mínimo, R$ 6.600.

Carlos Roberto é diretor nacional da área de gestão da Universidade Estácio de Sá

Últimas de _legado_Economia